Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Segunda-feira, 11 de setembro de 2017
Um palpite para jogar no bicho

O JOGO do bicho, apesar de tantas formas de loterias oficializadas, ainda atrai muita gente, apesar de ser injustamente qualificado como uma contravenção, logo, alvo de perseguições. Não existe outra forma mais popular e que mais atraia o apostador.

O Jogo do Bicho é insuperável. Não adianta proibição porque ele continuará existindo e conquistando mais e mais adeptos. Sua popularidade é indiscutível desde que foi inventado em 1892 pelo barão João Batista Viana Drumond.

Quem não sabe jogar, procura de toda forma aprender, para arriscar algum dinheiro como aquela senhora do interior. Sempre buscava informações e a melhor forma de palpite de como jogar. Um dia ela se deu muito bem, ou quase se não fosse o exagero. Um caminhão carregado parou repentinamente em frente a sua casa. O velho motorista saltou e foi logo se dirigindo a ela:

– Bom dia, madame! Será que a senhora pode me arranjar um balde d’água pra eu botar no radiador desse tigre velho? – Era assim que ele chamava o seu caminhão.

Ao ouvir a palavra tigre, ela exclamou com seus botões: “Oba!” Prontamente anotou e foi buscar a água. Ao retornar, ouviu o motorista chamar o ajudante que estava em cima da carga deitado:

– Ô elefante, desce daí rapaz. Tu tá igual a coelho, só vive na cama. – A senhora continuava atenta, anotava tudo. O motorista virou-se para o ajudante e falou:

– Olha aqui cara: vai lá na casa de comprade Zé Camelo levar essa carta. Eu não posso ir lá porque tô devendo um carneiro a ele. Agora cuidado no cachorro dele, o bicho é gigante parece um cavalo. – Apressadamente a senhora anotava tudo. – Toma esse dinheiro, na volta, compra uma garrafa de aguardente Touro, com e uns pedacinhos de peru, pra gente salgar o galo nessa cabeça de porco.

A senhora continuava anotando tudo. Quanto o ajudante partiu pra levar a carta, o motorista virou-se e se referindo ao rapaz disse:

– Olhe dona, esse cabra é muito burro. Todo dinheiro que ele ganha é pra gastar com as borboletas do pastoril. E a mulher dele é doente, magra como uma cobra; as canelas finas como as de avestruz, e ele voado por aí feito uma águia. O bicho é metido a playboy com esse cabelo comprido igual uma juba de leão. Mas isso só dá de rabo feito jacaré. O pior, o desgraçado é preguiçoso, dorme mais que gato em biqueira e só quer viver da beleza como pavão.

A coitada da senhora estava cansada de anotar palpites e pensava: “Esse senhor é muito chegado ao jogo do bicho”. Teve vontade de perguntar, mas conteve-se. Não sabia mais em qual palpite jogar, já estava com 21 nomes de bichos e dizia: “Só pode ser coisa encomendada”.

O ajudante volta com as encomendas e, entre um aperitivo e outro, o motorista nota que um dos pneus dianteiro do seu caminhão está furado e pragueja:

– Puta merda, cara! E agora o que vamos fazer. – Pede ao ajudante ajudante: Vai lá na oficina de Joaquim e diz que mandei pedir um macaco emprestado, assim que terminar o serviço a gente passa lá e devolve. – O preguiçoso ajudante virou-se para o motorista e disse:

– Vou nada cara, tô cansado e ele é bruto como um urso não ajuda ninguém. – A senhora pensou consigo: “eles devem tá brincando comigo! Só faltam dois bichos da roleta”.

O motorista olhou para o ajudante e falou em tom ameaçador: - Vai lá veado, tá feito vaca.

E agora, em qual bicho jogar. Ela desistiu.

0
0
0
s2smodern

logo new