Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

Quarta-feira, 3 de janeiro de 2018
UMA VIRTUDE, DOIS CAMINHOS

O poder é a manifestação maior do querer. É o direito de tomar decisões, agir, determinar, estudar possibilidades de execução. É a expressão máxima da supremacia que exerce o domínio, a soberania, a força total. Afinal, poder é uma das maiores virtudes.

Entretanto, como as demais virtudes o poder tem dois caminhos. Ele é o ponto de equilíbrio entre forças opostas e o seu exercício para o bem ou para o mal vai depender da índole de cada indivíduo que tem a oportunidade de exercitá-lo.

Não chegamos ainda à depuração da raça humana, eivada de malévolos sentimentos frutos de toda sorte de violências comportamentais adquiridas ao longo dos anos. São os frutos de filosofias, entendimentos errados de ações, regimes políticos e tantas outras sequelas.

Logo, temos a certeza de que o exercício do poder antes de ser voltado para o bem tem sua expressão máxima voltada para o mal. Quer pelas tiranias de regimes políticos, quer de ações individuais produzidas por indivíduos que buscam a supremacia sobre os demais que estão à sua volta.

Recordemos a afirmativa do grande mestre Platão em sua História da Guerra Peloponésica, volume 105, ao se reportar à aplicação do poder pelos tiranos: “Sabe tanto quanto nós que o direito, no mundo de hoje, só está em questão para iguais em poder, os fortes fazem o que podem e os fracos sofrem o que devem sofrer”.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down