jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

Quinta-feira, 29 de agosto de 2019
HERÓIS DA VIDA

Terceira Idade, ou a melhor idade, são termos correlativos. Não sei quem foi o agraciado que inventou essa segunda denominação bastante enganadora. Entretanto, acho que se quis dizer: “melhor idade pra sentir dores, para ter a saúde debilitada, perder as forças, ficar doente constantemente por conta da imunidade baixa”, deve significar tudo isso e até um pouco mais. Já a Terceira Idade até que compreendo. Deveria ter ficado por ai.

Os que estão enquadrados nesse grupo eu os chamo de “Heróis da Vida”. Passaram por todas as fases da existência que são mudadas a cada 7 anos. Tiveram altos e baixos, venceram grandes problemas, sobretudo a maioria procurou se aprimorar espiritualmente, tornando-se pessoas voluntariosas, generosas, dando de si até o que não tinham para socorro o seu próximo. Hoje, essa maioria continua distribuindo alegria, ampliando seu Universo de GRATIDÃO e ensinando aos que estão próximo que isso é fundamental.

Reviver o passado, sobretudo, quando se dedicou não só si, mas partilhou a vida com outras pessoas, é reconfortante, porque assim fazendo está levando-as à luz e a experiências aos que se aconchegaram ao seu redor. O objetivo é envelhecer sempre rodeado por velhos amigos e familiares. Não abandonados em asilos e isolados de tudo.

Ainda bem que temos exemplos que nos orgulham. Amar, amparar, proteger a quem tanto fez por nós é gratificante. Entretanto há exemplos degradantes, malvadoc, crueis como aquele que aconteceia na Idade Média no Japão: os idosos eram abandonados, por seus familiares, em cemitérios, onde morriam de fome, sede e frio. Ainda bem que, para a maioria dos nossos “Heróis” a vida é diferente têm a felicidade de contar com apoios de amigos, familiares, etc..

A tecnologia deu seu ar da graça e facilitou tudo, inclusive integrando nossos Heróis em redes sociais diversas. Não estão mais isolados. A comunicação já está fluindo em todas as camadas sociais via WhatsApp, Instagram, FaceBook e outros APPs. A telefonia celular abriu novos horizontes e deixando para trás os velhos procedimentos. Agora são “Heróis da Vida”, com grandes histórias pra contar.

Sabem que deve haver lamentações, apenas a GRATIDÃO é continuar dominando esse panorama da vida. A meta é agradecer por tudo que foi colocado ao seu alcance, e trazer para si a harmonia do Universo que não se comunica por palavras, mas por sentimentos.

E verdadeiramente esses “Heróis da Vida” voltam a ser crianças, encontram o riso em qualquer parte, em qualquer lugar. Não lhes pergunte a idade, é indelicadeza, se qualquer um deles soubesse, diria: acho que tenho para cumprir a jornada, infelizmente, ninguém veio soprar aos meus ouvidos.

Para usar um conceito espiritualista, os “Heróis da vida” conscientes do que vivem no memnto, são como almas que não vivem de oração, lamentações, por mais carregadas de sentimentos que tais orações ou sentimentos de compaixão lhes cheguem.

Observem bem que os espíritos libertos vivem e carregam consigo as alegrias, a gratidão que seus feitos causaram beneficiando todos que se aconchegaram perto deles e foram tomados – como si diz na atualidade: por uma VIBE maravilhosa, generosa – eles felicidade e superação para todos que estão com eles neste pedaço de vida que não sabemos até onde vai chegar.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down