Marinez Andrade

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Terça-feira, 3 de julho de 2018
4 erros que uma mãe de primeira viagem deve evitar

As mães de primeira viagem estão sempre com medo de cometer erros. Não se preocupe, é normal e é por isso que ajudaremos você com essas 4 dicas.

O que assusta uma mãe de primeira viagem? Ser mãe é uma experiência inesquecível. A gravidez é uma fase cheia de sensações únicas. No entanto, se você for uma mãe de primeira viagem, sua cabeça pode estar cheia de dúvidas, e isso é totalmente normal. É a sua primeira vez como mãe e, por mais que você se prepare, alguns detalhes podem escapar. “O bebê vai ficar com fome?”, “Quando devo dar banho?”, “Quantas vezes ele deve comer?”. Essas são as perguntas mais comuns das mães de primeira viagem. Mantenha a calma e continue lendo.

Se você for uma mãe de primeira viagem, fique tranquila; é um estágio de aprendizado para você e sua família. Você aprenderá a entender seu bebê através da ação, tentativa e erro. No mundo da maternidade, existem vários mitos que não foram totalmente testados. Isso pode levar à mãe de primeira viagem a cometer erros que prejudicam o processo de adaptação do bebê e do grupo familiar.

Um erro muito comum é estabelecer um horário para amamentar o bebê. Antes de escolher essa modalidade, você deve saber que deve alimentá-lo quando ele pedir. Sim, pode ser entediante, mas assim você terá certeza de que ele se sente confortável nesse aspecto.

Os bebês recém-nascidos são muito delicados e sensíveis a praticamente tudo. Evite tratar seu bebê de maneira áspera. Assim você evitará que ele chore e o deixará a salvo de ferimentos. Sim, um bebê recém-nascido precisa de proteção. Mas como uma mãe de primeira viagem, você não pode se exceder nesse aspecto. Evite colocar roupas demais nele, isso pode fazer com que o bebê se sinta desconfortável, chore e fique desidratado.

É possível saber se o seu bebê está com frio ou calor. É apenas uma questão de observar e sentir isso. Se suas mãos e pés estivem frios ou em tons lilás, ele está com frio e é conveniente cobri-lo melhor. Se você notar que ele está molhado na região do pescoço, nuca e costas, ele está sentindo calor e é melhor tirar algumas roupas para evitar sufocá-lo.

1. Escutar todas as opiniões das pessoas ao seu redor
Por ser uma mãe de primeira viagem, você terá muitas pessoas perto de você aproveitando sua gravidez e tentando ajudá-la. É ótimo ter sua família e amigos neste momento especial da sua vida. Ter companhia na gravidez é fundamental. Mas você pode se sentir sobrecarregada e isso é normal.

“Não o deixe sem meias”, “corte o cabelo aos três meses”, “esterilize tudo”. Evite dar tanta importância a essas opiniões. Não se estresse com todas essas dicas; embora algumas sejam verdadeiras, outras não são.

Se você acha que precisa de ajuda, converse com especialistas profissionais na área. Atualmente, existem infinitas opções de serviços e tutores que podem ajudá-la, como a doula. Informe-se e receba conselhos de pessoas que realmente agreguem valor a esse estágio único da sua vida. Não deixe de ler essa informação complementar: Sou mãe, não escrava das tarefas domésticas

2. Duvidar da sua intuição
Desde o primeiro dia em que você se torna consciente de que está carregando um bebê dentro de você, seu cérebro desenvolve a intuição própria e característica das mães. A maternidade faz com que as mulheres se encontrem em seu estado mais puro e natural, por isso não tenha medo de tomar algumas decisões sem o apoio de outra pessoa. Saia dos esquemas. Se a sua intuição lhe disser, você estará certa ou, pelo menos, muito próxima disso.

3. Negligenciar seu parceiro
O bebê que acaba de chegar é fruto da união com o seu parceiro, o que deve ser motivo de alegria para ambos. É necessário que entre os dois se mantenha a química, a empatia e o bom tratamento, proporcionando um ambiente agradável. Seu bebê vai perceber e se sentir confortável.

Quando vocês já estiverem adaptados à rotina do bebê e alguns meses tiverem se passado, planeje passeios e momentos com seu parceiro. Mantenha viva a chama que fez vocês se apaixonarem e criem um relacionamento agradável baseado no respeito, tolerância e honestidade.

4. Excluir o pai das rotinas do seu bebê
Os primeiros dias da vida do seu filho podem ser uma tarefa titânica. Se você for uma mãe de primeira viagem, o estresse aumentará. Embora você possa contar com o apoio do especialista que melhor se adapte a você, lembre-se de que o seu parceiro a conhece melhor do que ninguém. Além disso, ele ficará animado em participar de seu novo papel como pai.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down