peronico

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Quinta-feira, 14 de dezemgro de 2017
Força-Tarefa tenta evitar que surto de sarampo na Venezuela ultrapasse a fronteira e chegue a Roraima

A preocupação das autoridades é com o ingresso descontrolado de venezuelanos na fronteia, em Pacaraima.

Com o anúncio sobre o surto de sarampo no estado de Bolívar (nosso vizinho do outro lado da Venezuela), autoridades do Departamento de Vigilância em Saúde do Estado decidiram montar uma força-tarefa para evitar que a doença ultrapasse a fronteira e chegue a Roraima, o causaria uma catástrofe.

A medida tem caráter preventivo e contará com o apoio, além das secretarias estaduais de Saúde, Segurança Pública, Departamento de Estadual de Turismo, Anvisa e Polícia Federal. Todos esses órgãos e outras instituições se reuniram na manhã de ontem para discutir sobre o plano de ação de combate ao Sarampo.

Durante a reunião os participantes entraram em consenso quanto à criação de um material informativo, que possa alertar os turistas brasileiros que vão à Venezuela para que se vacinem contra o sarampo. De acordo com a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Daniela Souza, os trabalhos de divulgação da vacina começam na segunda quinzena de dezembro.

“Precisamos por a ação em prática o quanto antes, por conta do aumento do número de turistas brasileiros na Venezuela nessa época do ano”, esclareceu. Ela disse ainda que o Governo do Estado também aumentou a distribuição da vacina contra o sarampo para todos os municípios.

Os profissionais que atuam na fiscalização na fronteira Brasil/Venezuela e que trabalham nas unidades de saúde do Estado também serão o público alvo da vacinação. Os agentes de viagens que realizam o trabalho com os turistas também serão alvos da campanha de vacinação. Fonte | Governo do Estado

0
0
0
s2smodern

logo JRH down