peronico

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Quarta-feira, 31 de janeiro de 2018
Governo Federal fará Censo sobre quantidade de venezuelanos nas ruas de Boa Vista e tentará estancar invasão na fronteira

Jucá e deputados federais reunidos na Casa Civil da Presidência: saídas para estancar a invasão de venezuelanos a RR.

A crise migratória, que vem deformando a rotina do roraimense e causando sérios problemas sociais em Boa Vista, pela grande quantidade de venezuelanos mendigando nas ruas e até morando nas praças da cidade, mobilizou a cúpula do Governo Federal.

Uma grande reunião aconteceu ontem no Gabinete do ministro Eliseu Padilha (Casa Civil), organizada pelo senador Romero Jucá (PMDB), líder do Governo no Senado, e por deputados federais roraimenses para a busca de saídas de enfrentamento do problema, considerado de natureza gravíssima, porque se a migração não for contida, Roraima não terá condições de absolver os milhares de venezuelanos que continuam cruzando a fronteira do Brasil, em Pacaraima, todos os dias.

Ao término da reunião – onde estavam também os ministros da Justiça, da Saúde, da Defesa, Gabinete Institucional e Relações Exteriores – Jucá anunciou - via perfis nas redes sociais - que uma grande força tarefa será instituída com diversos órgãos do Governo Federal para, inicialmente, realizar um censo afim de contar com precisão o quantitativo de venezuelanos existentes no Estado para em seguir determina que providência tomar de forma urgente e efetiva.

Ele defende ainda que paralelo ao Censo, o governo tem que criar um centro de triagem, na fronteira (Pacaraima) para conter a invasão de venezuelanos que só tem se avolumado ultimamente, na média de 1.200 por dia. O senador fez um alerta sobre a condição do Estado e cobrou ações mais efetivas no controle da entrada dos imigrantes em Roraima.

Em um mês, nós teremos algo em torno de cem mil venezuelanos em Boa Vista e com todos os impactos que isso pode gerar, como a prostituição, tráfico de drogas, entrada de armas e o aliciamento do crime organizado. A situação está cada vez mais preocupante”, disse.
Como resultado do encontro, ficou decidido que os ministérios da Justiça, das Relações Exteriores e a Casa Civil irão revisar os marcos legais para analisar a viabilidade de suspender a entrada temporária de venezuelanos durante a realização do censo. Será intensificado o ordenamento na fronteira e feita a interiorização. Os ministérios também vão trabalhar em um projeto para instalação de posto de triagem na fronteira.

"É preciso que a fronteira seja controlada. Não podemos mais permitir esse ingresso desordenado em Roraima, porque o Estado não tem condições estruturais de absorver tanta gente. E acabar urgentemente com esse flagelo nas ruas de Boa Vista, onde famílias inteiras e centenas de pessoas vivem mendigando e praticamente morando nas praças da cidade. Não é possível permanecer com essa situação de flagelo, com venezuelanos vivendo e dormindo nas praças, pedindo esmolas e mendigando penas ruas da cidade” disse o senador.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down