peronico

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Quarta-feira, 29 de agosto de 2018
Temer decreta uso de Forças Armadas para reforçar segurança na fronteira de Roraima

Temer anunciou ontem medidas para reforçar a segurança em Roraima por conta da migração venezuelana.

O presidente Michel Temer autorizou ontem (28) o uso das Forças Armadas em Roraima para reforçar a segurança no estado. Temer anunciou a medida em um pronunciamento no Palácio do Planalto. A medida ocorre dez dias depois do confronto entre brasileiros e venezuelanos em Pacaraima.

Segundo o presidente, o emprego das Forças Armadas será para garantir a lei e a ordem em Roraima. De acordo com ele, o objetivo é oferecer segurança aos brasileiros e também aos imigrantes venezuelanos, que buscam apoio no Brasil.

Ao falar sobre a crise na Venezuela, Temer disse que o país enfrenta um quadro "dramático", acrescentando que o "desastre humanitário" causado pela crise é resultado das "péssimas" condições às quais o povo venezuelano está submetido.

"Devo dizer, desde logo, que o Brasil respeita a soberania dos estados nas ações, mas temos que lembrar que só é soberano um país que respeita e cuida do seu povo", afirmou o presidente.

Em seguida, acrescentou que o Brasil fará "todos os esforços em todos os foros internacionais" para melhorar a situação da Venezuela. "Vamos buscar apoio na comunidade internacional para adoção de medidas diplomáticas firmes que solucionem esse problema", completou.

Mesmo diante do quadro, acrescentou o ministro Sérgio Etchegoyen (Segurança Institucional), o governo não cogita fechar a fronteira para os venezuelanos nem decretar intervenção federal em Roraima.

A fronteira de Roraima e Venezuela é uma das áreas mais sensíveis do país e principal porta de entrada de imigrantes no território brasileiro. Fonte | Agência Estado e redes

 

0
0
0
s2smodern

logo JRH down