peronico

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Quinta-feira, 6 de setembro de 2018
Fracasso na Educação: Governo de Suely não atinge meta do IDEB. Que vergonha!

Escolas acabadas, educação dilacerada: é a gestão fracassada de Suely Campos.

O fracassado Governo de Suely expôs mais um lado negativo. As escolas estaduais não atingiram a meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) no ensino médio, ficando com a nota 3,5, conforme apontam os dados do Ministério da Educação (MEC), divulgados nesta semana. Em contrapartida, no ensino fundamental, apenas as escolas públicas alcançaram a nota 5,5.

O Ideb é o principal indicador de qualidade da educação básica no Brasil representado numa escala de 0 a 10. O índice é calculado a cada dois anos para os anos iniciais e finais do ensino fundamental e o ensino médio. O MEC leva em consideração as notas dos estudantes na prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e os índices de fluxo, compilados pelo Censo Escolar.

Roraima ficou entre os estados que tiveram diminuição no Ideb. Em 2015, a nota do ensino médio foi 3,6 e este ano caiu para 3,5, sendo que a meta era 4,8. A avaliação feita no ensino fundamental nos anos iniciais (6º ao 9º ano) resultou há dois anos na nota 5,2 e em 2017 esse número foi para 5,5, mas a meta era 5,4. No ensino fundamental nos anos finais (6º ao 9º ano), o resultado em 2015 foi 3,8 e este ano foi 4,1, todavia a meta era 4,9.

Conforme o Inep, após três edições consecutivas sem alteração, o Ideb do ensino médio avançou apenas 0,1 ponto em 2017. Apesar do crescimento observado, o país está distante da meta projetada. De 3,7 em 2015, atingiu 3,8 em 2017. A meta estabelecida para 2017 é de 4,7. Fonte | Roraima em Tempo

0
0
0
s2smodern

logo JRH down