peronico

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Segunda-feira, 26 de novembro de 2018
‘Povo venezuelano não é mercadoria para ser devolvido’, diz Bolsonaro sobre refugiados em Roraima

Bolsonao e Denarium divergiram sobre a questão migratória. "Não são mercadoria", disse o presidente eleito.

O presidente eleito, Jair Bolsonaro defendeu um rígido controle na entrada de refugiados venezuelanos que chegam ao país, através de Roraima. Ele afirmou que os venezuelanos fogem de uma ditadura e que o Brasil não pode deixá-los à própria sorte. Como medida para tentar resolver o problema, o presidente eleito sugeriu a criação de campos de refugiados.

“Os venezuelanos não são mercadorias para serem devolvidas" ao país natal. A proposta de "devolver" os refugiados para a Venezuela havia sido sugerida pelo governador eleito de Roraima, Antônio Denarium, correligionário de Bolsonaro no PSL, na última semana.

“A criação de campos de refugiados, talvez, para atender aos venezuelanos que fogem da ditadura de seu país”, disse durante cerimônia militar no Rio de Janeiro.

Bolsonaro disse que esteve em Roraima por duas vezes ao longo dos últimos quatro anos e que o estado não vai conseguir resolver a situação sozinho.

O presidente eleito disse que faltou ao governo brasileiro se antecipar ao problema e defendeu um controle migratório de venezuelanos mais firme. “Porque do jeito que estão fugindo da fome e da ditadura, tem gente também que nós não queremos no Brasil”.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down