jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


peronico

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Sexta-feira, 11 de janeiro de 2019
Tribunal Superior mantém Ionne Pedroso presa. Ela pode perder o mandato

Ionne Pedroso continua recolhida presa em regime domiciliar. Foto | Perfil Facebook

A deputada eleita Ionne Pedroso (SD) continua presa. Depois que lhe foi negado ‘habeas corpus’ pela Justiça roraimense, os advogados apelaram para o Superior Tribunal de Justiça (STJ): novamente a ordem de soltura foi negada.

Ela está em prisão domiciliar e foi presa na Operação Zaragata da Polícia Federal no final do ano passado por envolvimento em desvio de dinheiro do transporte escolar.

Ionne foi a 3ª mais votada em outubro, pelo Partido Solidariedade (SD), com 5.872 votos, mas foi impedida de ser diplomada na solenidade do Tribunal Regional Eleitoral e nem foi empossada no dia 1º de janeiro deste ano.

Cumprindo prisão domiciliar, Ionne não pode sair de casa, manter contato com outros investigados e nem ter acesso ao telefone celular. A ordem de Habeas-Corpus no STJ foi negada na terça-feira (8) pelo ministro Antônio Saldanha Palheiro, da sexta turma. O mérito ainda será julgado em data não definida.

A deputada e o marido dela, o empresário José Wallace Barbosa da Silva, que ficou quase um mês foragido e foi preso anteontem em São Paulo, são suspeitos de participarem de uma organização criminosa que desviou cerca de R$ 78 milhões do transporte escolar.

Ionne corre o risco de ficar sem o mandato pois se não assumir em 30 dias, a contar do 1º de janeiro, o presidente da Assembleia Jalser Renier pode decretar a vacância do cargo. Se isso ocorrer, assume o 1º suplente, George Melo.

E como se nada estivesse acontecendo à sua volta, Ionne atualizou ontem sua foto no Facebook, onde aparece feliz e sorridente. O que gerou muitos comentários de apoio e de repulsa também.

LEIA mais

0
0
0
s2smodern

logo JRH down