peronico

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Sábado, 6 de abril de 2019
TCE abre várias investigações para apurar desmandos na Secretaria de Saúde do Estado

O Tribunal de Contas de Roraima informou ontem, por meio de Nota Pública, que abriu diversos processos para investigar possíveis desmandos ocorridos nas Secretaria Estadual de Saúde. O comunicado foi feito dois dias depois da saída do médico Ailton Wanderley da pasta, onde saiu ‘atirando’ e ‘vomitando’ a sujeira que se acumula nas profundezas da Sesau.

O TCE informa que vários processos de auditoria estão tramitando na corte, em diversas fases, sendo que uma dessas auditorias está sendo realizada atualmente nas dependências da secretaria em questão com o objetivo de analisar contratos, envolvendo todas as despesas realizadas, pagas ou a pagar, os processos licitatórios que respaldam tais contratos, além de eventuais contratações emergenciais, tanto de gestões anteriores quanto da atual.

Como todos tomaram conhecimento, pela fartura da divulgação nas redes sociais, horas depois de deixar o cargo, o ex-secretário fez um desabafo no Facebook onde afirmou ‘com todas as letras’ que a secretaria está mergulhada num pântano de corrupção. Disparou que empresas ligadas a políticos do Estado têm vez durante contratação de serviços.

Segundo o TCE Ailton foi chamado para participar de oitiva no Pleno do Tribunal de Contas, em fevereiro deste ano, para esclarecer informações sobre a saúde no Estado. Outro pedido formalizado pelo Ministério Público de Contas ao TCE foi para apurar irregularidades num contrato de R$ 24 milhões.

Em resposta à tudo que foi massificado nas redes sociais o TCE divulgou o comunicado e ressaltou ainda ter intimado a Sesau a prestar informações sobre profissionais contratados, “com discriminação dos plantões e valores devidos, bem como o gestor da empresa Coopebrás, para apresentar as folhas de pagamento daquele órgão”.

LEIA mais

 

0
0
0
s2smodern

logo JRH down