jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014

peronico

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Segunda-feira, 24 de junho de 2019
Índios Waimiri-Atroari enviam carta a Sérgio Moro: ‘não somos obstáculos ao linhão de tucuruí’

No embate do Governo com o aparato ambientalista/indigenista na questão do Linhão de Tucuruí, surge um detalha, se não é novo, surge como alento para todos nós que sonhamos com a energia que virá da interligação.

É que um documento envido pela Associação Comunidade Waimiri-Atroari ao ministro da Justiça, Sergio Moro, rebate a acusação de que os indígenas são os principais obstáculos à efetivação da linha de transmissão Manaus–Boa Vista.

O documento destaca a existência de diversos dados oficiais na Funai que comprovam a disposição dos indígenas em colaborar com as etapas de estudos e levantamentos e abrir espaço para o diálogo com o governo e com os responsáveis pela obra.

“A única condição imposta pela Comunidade Indígena Waimiri-Atroari foi a de que seja respeitado o direito de consulta prévia”, reforça trecho da nota, assinada pelo diretor gerente da ACWA, Mario Parwe Atroari.

Na conclusão do documento, a associação convida Moro e o futuro presidente da Funai – ainda não nomeado – para fazerem visita à terra indígena Waimiri-Atroari, conhecerem de perto a realidade da comunidade e ratificarem o compromisso com o respeito aos diretos assegurados em lei.

Os kinja, como são conhecidos os Waimiri, já entregaram seu protocolo de consulta e, em diversas ocasiões na última década, declararam estarem abertos ao diálogo com o governo brasileiro, o que nunca ocorreu na forma da lei. O início das obras, no entendimento do MPF, depende diretamente da consulta com respeito ao protocolo.

LEIA mais

0
0
0
s2smodern

logo JRH down