jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


peronico

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Sexta-feira, 26 de julho de 2019
Ministério Publico escancara investigação que estava sob segredo de justiça

O Ministério Público do Estado de Roraima surpreendeu a comunidade jurídica local ao expor uma investigação até então mantida sob o manto do Sigilo de Justiça. Em Nota Técnica, o MP divulgou em seu site, no final da noite de quarta-feira (24), o resumo de uma investigação sobre suposto desvio de dinheiro na Assembleia Legislativa.

O MP cita que a apuração é uma extensão das operações “Cartas Marcadas” e “Royal Flush”, deflagradas em junho de 2016 e janeiro deste ano onde R$ 23.679.166,74 milhões teriam sido desviados.

Segundo o MP dois deputados estaduais (Jalner Renier, presidente da Assembleia e Marcelo Cabral) além do ex-deputado Naldo da Loteria estariam envolvidos no “esquema de desvio. Cita ainda servidões da Assembleia, político e empresários – 17 ao todo.

O Ministério Público destaca na Denúncia que os delitos apurados na Operação “Cartas Marcadas” e em seu desdobramento, a Operação “Royal Flush”, são de gravidade e extensão ímpares, o que impossibilita a reunião de todos os crimes e seus respectivos autores em uma mesma ação penal.

Ao todo foram denunciadas 17 pessoas: Anny Karolynny Craveiro da Silva, Carlos Olímpio Melo da Silva, Cleber Borralho de Brito, Cristhiano Pontes Thomé, Cinthya Lara Gadelha Padilha, Gerson da Silva de Melo, Jalser Renier Padilha, Marcelo Mota Macedo (Marcelo Cabral), Maria Jaime Laranjeira Menezes, Marliane Rodrigues da Silva Brito, Niura Cardoso de Souza, Rafael Miranda de Albuquerque, Rafael Sampaio Rocha Lima, Rogério Cabral do Nascimento Júnior, Rosinaldo Adolfo Bezerra da Silva (Naldo da Loteria), Vanina Vanderlei Gadelha Thomé e Verona Sampaio Rocha Lima.

LEIA mais 

0
0
0
s2smodern

logo JRH down