jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


peronico

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Sexta-feira, 23 de agosto de 2019
Os desafios da Prefeitura de Boa Vista diante da crise migratória

Com o cenário da crise migratória em seu ápice, a prefeita de Boa Vista Teresa Surita enfrenta um desafio cada vez mais difícil de continuar provendo, com os recursos do município, os meios necessários para acolher a demanda crescente de atendimentos na rede municipal de saúde.

Há anos a Prefeitura de Boa Vista tem feito grande esforço para garantir os atendimentos sem distinção de nacionalidade, investiu na reforma do Hospital da Criança, dos postos de saúde, promoveu seletivos e está preparando concurso público para o final deste ano, mas, mesmo assim, a questão da falta de profissionais compromete os serviços.

Teresa pleiteia junto ao Ministério da Saúde, desde o início do ano, a revisão da classificação que enquadra Boa Vista como capital em situação de menor vulnerabilidade social (Perfil 3), tendo em vista o atual cenário de emergência na saúde pública ocasionado pela crise migratória.

Essa classificação dos perfis pelo Ministério é baseada em critérios como o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos municípios e percentuais de população em extrema pobreza. Municípios classificados com Perfil do 4 ao 8 são considerados mais vulneráveis e são priorizados com a disponibilização de mais vagas para médicos.

No início do ano o Governo Federal abriu edital para renovação de vagas de profissionais do Mais Médicos apenas para esses municípios com maior vulnerabilidade. Boa Vista ficou de fora mesmo com a pressão da crise migratória em todos os setores, especialmente na saúde. Fonte | PMBV

LEIA mais

0
0
0
s2smodern

logo JRH down