jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


BANNER__Neimar_Fernandes

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Segunda-feira, 2 de setembro de 2019
Não foi por falta de alertas, mas a certeza da impunidade, a soberba da toga e a falta de caráter continuam a nos espezinhar

Quanto mais procuro conhecer o caráter das pessoas, mais me surpreendo com a maldade intrínseca de mentes ardilosas.

Nossas autoridades perderam a noção do bom senso. Caráter e ética pra eles devem ser moldados para cada situação. Chafurdando nesse mar de lama, alimentado por escândalos de todos os calibres citados, denunciados e até condenados se unem em busca de salvação para diminuir as penas.

Como se não bastasse, o órgão máximo a quem podemos recorrer em busca de Justiça e respeito à Carta Magna, o nosso conhecido STF – Supremo Tribunal Federal desanda a emitir sentenças duvidosas e na maioria das vezes contraditórias em relação a casos semelhantes.

Não se iludam. Poucos políticos terão o que mostrar em busca de novo mandato. Podemos mudar o Executivo e o Legislativo dentro da ordem e respeitando a nossa constituição. Mas infelizmente não temos como corrigir as anomalias políticas da suprema corte. Somente o tempo poderá depurar aquela casa.

O fundamento da democracia se assenta no princípio de que todo o poder emana do povo e em seu nome deve ser exercido.
Pode um presidente da República eleito e admirado por milhões de cidadãos ter essa noção de responsabilidade? E um ministro do STF enxovalhado por seus pares continuar a proferir liminares e sentenças estapafúrdias?

Não existe o mais ou menos honesto. Ou se é ou não. Evoco, mais uma vez, as sábias palavras do grande tribuno e filósofo romano Marcos Cícero: “Os homens são como os vinhos, a idade azeda os maus e apura os bons”.

LEIA mais

0
0
0
s2smodern

logo JRH down