Quarta, 08 Janeiro 2020 10:55

Pressão total sobre Denarium: agentes de polícia exigem veto total ao aumento de salário de delegados

Escrito por Peronico

Policiais Civis de Roraima ocuparam a porta principal do Palácio Senador Hélio Campos, ontem pela manhã, para pressionar o governador Antonio Denarium. Exigem veto total ao projeto que concede aumento de 47% para delegados de Polícia.

A relação de animosidade que opõe agentes e delegados é motivada porque a vantagem só contempla delegados, em detrimento das demais categorias da instituição – agentes policiais, escrivães, agentes carcerários e pessoal administrativo.

O atrito entre as categorias da Polícia Civil começou desde que a proposta foi enviada pelo governador e aprovada pela Assembleia Legislativa, no ano passado. Pelo tempo constitucional, Denarium tem 15 dias úteis, a contar do recebimento do projeto, para aprovar ou vetar.

O prazo para sanção do projeto termina na próxima sexta, dia 10. Caso Denarium não sancione, caberá ao presidente da Assembleia, deputado Jalser Renier (SD), promulgar a lei.

Para as categorias, o projeto é injusto, já que todos trabalham na mesma instituição e sofrem as ‘mesmas mazelas’. Os policiais já sinalizaram que, caso a proposta não seja vetada, eles vão acampar em frente à sede do Poder Executivo.

Já os delegados prometem reação: se o governador a proposta eles se demitirão em massa de funções de direção na Polícia e adotarão um modelo padrão de atuação, ou seja, vão fazer ‘operação tartaruga’.

Com o reajuste proposto pelo Governo, o delegado de casse especial terá um salário acima de R$ 33 mil, o segundo maior do país. E o delegado de classe especial terá ganhos superiores a R$ 27 mil.