Sábado, 29 Fevereiro 2020 14:33

Teresa afirma que MDB terá candidato a prefeito e quer ser governadora de Roraima em 2022

Escrito por Peronico

O start para a campanha à sucessão da prefeita Teresa Surita (MDB) se dará certamente quando ela se manifestar se terá candidato, ou não. Até agora há nomes possíveis, porém, nenhum deles assume verdadeiramente uma postura de candidato.

Mas Teresa disse em entrevista que o MDB, seu partido, terá candidatura própria. Só não revelou sua identidade e nem definiu uma data precisa para anunciar o nome.

“Temos alguns nomes no nosso grupo e um deles certamente será escolhido, mas será escolhido quem tiver o melhor perfil para me suceder e depois de uma avaliação que será apurada em uma pesquisa”, disse Teresa.

Ela disse que o anuncio será feito em data apropriada, na hora certa, sem especulação. “Na hora que eu colocar um candidato, ai a campanha começará de fato. E por isso não quero antecipar, porque preciso trabalhar mais um pouco e entregar algumas obras antes da campanha começar verdadeiramente”, disse.

Teresa entende que enquanto mais “empurrar” a campanha para mais próximo da eleição, o custo final se tornará menor. Ela entende também a ansiedade das pessoas em saber quem será seu candidato, mas afirma que as pessoas acreditam nela.

“As pessoas me conhecem. Conhecem minhas atitudes, me acompanham e sabem que eu ajo com clareza em tudo que faço. Mas eu vou apoiar alguém sim, podem ter certeza disso”, afirmou.

GOVERNO EM 2022 – Teresa deixará a Prefeitura em dezembro deste ano mas não se afastará da militância política, tampouco se ausentará de Roraima, pois tem pretensões maiores para o futuro.

Ela revelou que vai continuar fazendo política depois de deixar a Prefeitura com foco no governo. Revelou que pretende descansar por uns três meses, “ficarei aqui em Roraima, não vou embora como dizem maldosamente”, afirma e se declara absolutamente preparada para disputar o governo de Roraima em 2022.

– Em 2022 eu pretendo sim disputar o Governo de Roraima. Eu me sinto preparada para esse desafio. Governar Roraima é um sonho antigo e vou disputar o governo porque as pessoas querem, é o que meu coração pede e eu acho que é a minha hora.

A prefeita diz que já provou sua capacidade como gestora, que podem confiar nela e que isso trata-se de um desejo, mas em política quem manda são as pessoas e não as vontades pessoais. “Eu tenho que esperar a hora, estou preparada mas o tempo dirá o que acontecerá”, diz.