Segunda, 23 Março 2020 15:09

Denarium decreta Estado de Calamidade, pede fechamento do tráfego com o Amazonas e mantém servidores em casa. Vejam decreto

Escrito por Peronico

Após a confirmação dos dois casos de Coronavírus em Roraima, o Governo de Roraima publica um novo decreto, com novas e importantes medidas de contingência do vírus em nosso Estado. Entre as principais medidas, fica decretado Estado de Calamidade Pública.

O governador Antonio Denarium também solicitou ao Governo Federal, o fechamento da BR-174, na divisa com o Amazonas, para o tráfego de pessoas, permanecendo apenas o transporte de cargas. Paralelo a isso também fica proibido o transporte intermunicipal de passageiros.

Já estão em vigor, barreiras sanitárias em Pacaraima, Bonfim, no Jundiá, na Rodoviária e no aeroporto, onde hoje, inclusive, foram identificados três casos sintomáticos e sob suspeita, que foram notificados e imediatamente encaminhados para o serviço de saúde, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde.

Foi criada também a Sala de Situação, que vai monitorar a atuação das equipes de saúde 24 horas por dia. Será um centro de informações e inteligência, com ferramentas de mapeamento para todas as secretarias, monitorando todas as unidades de saúde do Estado e as ações realizadas, por meio de um software e um aplicativo, que inclusive poderá ser baixado pela população para acesso às informações em tempo real e tirar dúvidas pelo chat.

Na saúde, são 943 leitos em todas as unidades e foi ampliado o atendimento, com mais 204 leitos de retaguarda, sendo 130 leitos de UTI. Hoje estão disponíveis 46 respiradores e já foram adquiridos mais 60, para reforçar a estrutura de atendimento. Sem contar os equipamentos de proteção individual, cujos estoques já estão sendo reabastecidos, por conta da alta e inesperada demanda.

Em acordo com o Exército, foi criada a área de proteção e cuidados a estrangeiros e brasileiros, com suspeita e casos confirmados do oronavírus. Para isso a Operação Acolhida está transferindo o hospital de campanha de Pacaraima pra Boa Vista, que será ampliado em até 1200 leitos.

Ficam suspensas as atividades nas secretarias de Estado, liberando os servidores, mantendo apenas aqueles que atuam em serviços e funções essenciais para o funcionamento das ações de governo. Cada secretaria ficará responsável por definir as suas prioridades.

Fica suspenso em todo Estado de Roraima, a realização de eventos, serviços e atividades com presença de público, funcionamento de bares e lojas com atendimento presencial, sendo permitido apenas o serviço de delivery.

Em apoio aos microempresários, optantes do Simples, foi prorrogado o prazo do pagamento de tributos. Por exemplo, quem for recolher agora, no dia 20 de abril, só irá pagar em 20 de outubro.

VEJA DECRETO NA ÍNTEGRA: