Terça, 09 Agosto 2016 13:21

Detentos fazem a farra na Penitenciária Agrícola

Escrito por
09 de agosto de 2016
Detentos fazem a farra na Penitenciária Agrícola
 

Faz mais ou menos duas semanas que o secretário Oziel de Castro (Justiça e Cidadania), feliz da vida, chamou a imprensa para comemorar um feito incrível: naquela data da entrevista decorriam 54 dias sem a ocorrência de fugas na Penitenciária Agrícola de Boa Vista – PAMC – o que aparentava certa tranquilidade no Sistema Prisional. Ledo engano. Os presos na verdade estavam apenas planejando no silencio a próxima fuga em massa. E ela aconteceu ontem quando 24 detentos pularam o muro do presídio e escaparam. Os presos deram uma demonstração de que ainda dominam o presídio apesar de todas as “medidas de contenção” anunciadas pela cúpula da Segurança Pública e investimentos em novos equipamentos para evitar esse tipo de ocorrência.

Segundo agentes penitenciários os presos eles fugiram pulando o muro da unidade por volta das 3 horas da madrugada de ontem. A escapada se deu pelo espaço entre as guaritas 5 e 6, uma vez que apenas quatro guaritas do presídio estavam ativas naquele momento da fuga. Eles não foram flagrados pelas câmeras de segurança do presídio. Um agente penitenciário que pediu que seu nome não fosse identificado, revelou ontem que na visita de domingo ninguém foi cadastrado algo estranho e quando isso ocorre possibilita a entrada de pessoas estranhas na unidade prisional. Não por acaso, a fuga ocorreu horas depois das visitas. O sistema prisional demonstra as mesmas fragilidades de sempre, com os detentos saindo por onde querem e quando querem.

A Secretaria de Justiça informou ontem à tarde, em Nota Oficial, que após utilizar escadas de fabricação artesanal, 24 internos da PAMC conseguiram evadir-se da unidade pelas guaritas cinco e seis por volta das 3 horas da madrugada da segunda. Além das diligências terrestres em todo o Estado, há efetivos nos rios, balneários, fronteiras, áreas rurais e florestas. Por determinação da direção do sistema prisional, as visitas foram suspensas e a segurança foi reforçada na unidade prisional. Uma vez identificados, será aplicada sanção administrativa aos que contribuíram para a fuga. A população pode ajudar informando sobre a possível localização dos foragidos por meio dos telefones 190/ 99139-9529 (WhatsApp) ou 0800 278 0130. A identidade dos informantes será preservada.

LEIA mais
www.peronico.com.br