Quarta, 29 Março 2017 12:11

O que fazia em Boa Vista um ex-diretor corrupto da Petrobrás

Escrito por

2903 ex diretor da PetrabrasQuarta-feira, 29 de março de 2017
O que fazia em Boa Vista um
ex-diretor corrupto da Petrobrás,
pego ontem na operação Lava-Jato?

Que diabos fazia em Boa Vista um ex-gerente da Petrobrás preso ontem de manhã na 39ª fase da operação Lava-Jato: Roberto Gonçalves foi recolhido pela Polícia Federal por ordem do juiz Sérgio Moro. O gerente não foi encontrado no Rio e acabou preso em Boa Vista, Roraima, o que causou surpresa no comando das investigações.

Roberto Gonçalves sucedeu Pedro Barusco – condenado na operação por lavagem de dinheiro, associação criminosa e corrupção – como gerente-executivo da área de Engenharia e Serviços da Petrobrás, onde atuou no período de março de 2011 a maio de 2012. Segundo a investigação, Gonçalves usava offshores na China e nas Bahamas para dissipar valores de propina recebidas.

Gonçalves já vinha sendo investigado pela força-tarefa da Lava Jato a partir de apurações internas na Petrobrás e também por depoimentos prestador por delatores. Em novembro de 2015, ele havia sido preso temporariamente na Lava Jato. Dessa vez, a investigação recebeu documentos das autoridades suíças que, segundo o Ministério Público Federal (MPF) no Paraná, apontam que Gonçalves teria contas no país para ocultar o recebimento de propina. Com essas provas, foi solicitada a prisão preventiva do ex-gerente da Petrobrás.

O advogado de Roberto Gonçalves, James Walker, afirmou que seu cliente estava visitando familiares em Roraima e foi surpreendido pela operação. Ele será transferido para Curitiba hoje de manhã, segundo informou ontem o comando da Polícia Federal. Estranho mesmo é o fato de Roberto Gonçalves ter escolhido justamente Boa Vista para se esconder da Polícia.