×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 336
Terça, 27 Junho 2017 11:31

Prefeitura vai construir moderno Centro de Comércio Popular

Escrito por

Terça-feira, 27 de junho de 2017
Prefeitura vai construir moderno Centro de Comércio Popular (camelódromo) para abrigar vendedores de rua

A Prefeita de Boa Vista Teresa Surita (PMDB) anunciou ontem a construção de um moderno Centro de Comercial Popular (camelódromo), que será erguido bem no centro de Boa Vista ao custo de R$ 4,100 milhões, para abrigar pequenos comerciantes ambulantes que comercializam produtos diversos nas ruas da cidade, principalmente na Jaime Brasil. O Camelódromo será construído no canteiro central da avenida Sílvio Lofego Botelho, a partir do Terminal José Campanha Wanderley.

Teresa disse que o novo investimento é resultado de um grande planejamento, mas que já deveria ter sido concluído não fosse a crise financeira nacional que atrasou a concussão do processo de repasse dos recursos. “São obras que me comprometi em entregar. Os projetos estão prontos há mais de um ano, mas infelizmente, tivemos que esperar até este momento em que os recursos foram liberados e agora podemos tornar realidade estas obras tão importantes que vão beneficiar muitas pessoas”, ressaltou.

O espaço terá área de 2.501,49 m², contemplando 96 boxes comerciais, 14 lanchonetes, praça de alimentação e passeio público com acessibilidade. A obra está orçada em R$ 4 milhões, recurso originário de um convênio com o Ministério da Defesa e o prazo de entrega será em oito meses. O novo espaço será destinado aos vendedores cadastrados no ano passado e que aguardam atendimento na área de estacionamento do Caxambu.

O projeto do camelódromo foi pensado juntamente com os comerciantes. Segundo a prefeita Teresa Surita, o passo agora também será a de profissionalizar os vendedores, através de parcerias que garantam a capacitação por meio de cursos que visem à geração de emprego e renda.

"Vamos trabalhar em parceria com instituições, como o Sebrae, para capacitar os vendedores, para que se tornem pequenos empresários. Acredito que dessa forma daremos uma melhor condição de trabalho a estas pessoas, contribuindo para a geração de emprego e renda, com uma estrutura, para que trabalhem de forma legal, em um bom espaço”, disse Teresa.