Terça, 23 Julho 2019 10:14

Dias Toffoli afirma que Roraima não pode ‘pagar a conta’ pela crise migratória - BLOG do jornalista Perônnico

Escrito por

Terça-feira, 23 de julho de 2019
Dias Toffoli afirma que Roraima não pode ‘pagar a conta’ pela crise migratória

Em sua primeira visita a Roraima desde que assumi a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Dias Toffoli tomou conhecimento ontem das chagas causadas com a migração venezuelana. Ele permanece em Boa Vista até amanhã, quando retorna a Brasília.

Toffoli destacou, entre outros assuntos, o trabalho humanitário realizado no Estado por conta da crise migratória venezuelana mas foi claro ao afirmar que o ônus não pode recair apenas sobre Roraima.

“Estado brasileiro precisa assumir sua parcela de responsabilidade com a questão imigratória, para que Roraima não pague a conta sozinho, inclusive absorvendo a carga dessa demanda que é muito grande”, disse o ministro.

No entendimento de Toffoli, o Governo Federal precisa ajudar o estado a enfrentar os efeitos da crise humanitária na fronteira.

Depois de cumprir agenda Boa Vista, Toffoli segue hoje de manhã para Pacaraima, cidade fronteiriça com a Venezuela, por onde entram os imigrantes às centenas todos os dias, para ver de perto os efeitos da crise humanitária.

O ministro disse que a Operação Acolhida é um trabalho importante do ponto de vista humanitário e também para o Estado de Roraima. “O Exército Brasileiro tem tido uma atuação muito importante ali [na fronteira com a Venezuela] e o Judiciário tem dado todo o suporte necessário desde o início desse trabalho humanitário”, afirmou.

Toffli disse que a demanda do Judiciário aumentou muito com a chegada dos refugiados, por isso que o Governo Federal assuma sua responsabilidade na causa e retire da população de Roraima os encargos pelos problemas que essa migração tem causado.

LEIA mais