Domingo, 29 Setembro 2019 16:01

Governo incapaz: MPC pede auditoria na Secretaria de Segurança por conta do nível de violência - BLOG do jornalista Perônnico

Escrito por

Domingo, 29 de setembro de 2019
Governo incapaz: MPC pede auditoria na Secretaria de Segurança por conta do nível de violência

O Ministério Público de Contas de Roraima (MPC) certificou a incapacidade do Estado de gerir o aparelho de segurança púbica e informou ter solicitado uma auditoria na Secretaria de Segurança para analisar contratos vigentes, bem como saber a destinação dos recursos públicos da pasta, chefiada pelo coronel do Exército Olivan Pereira de Melo Júnior.

A razão para o pedido é o alto índice das taxas de violência registradas todos os meses, colocando Roraima na linha de frente dos estados que pratica o maior número de mortes violentas entre todos as unidades do País.

Com o recorde histórico de 384 assassinatos violentos em 2018, Roraima atingiu a maior taxa de homicídios de 2018, segundo o 13º Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

E foi com base nesse relatório que o MPC pediu a auditoria na Sesp. O pedido, assinado pelo procurador Paulo Sérgio Oliveira de Sousa, foi feito ao Tribunal de Contas do Estado no último dia 17.

“Tal inércia, seguida por descontrole e má gestão das ações de segurança pública, especialmente em tempos de globalização da violência e especialização das formas em que se estabelecem as ações criminosas, leva a um crescente sentimento de medo e busca por aparatos pessoas de segurança”, diz um trecho do documento.

A representação aponta também a defasagem no efetivo policial é um dos motivos para aumento na criminalidade do estado. Outro trecho no documento cita a letalidade policial em Roraima, que de 2017 para 2018 apresentou um salto nas mortes causadas por intervenção policial, passando de 8 para 25 homicídios. Fonte | MPC

LEIA mais