Sábado, 14 Dezembro 2019 17:14

Operação K’daai Maqsin: Armas caseiras abastecem garimpos e facções criminosas em Roraima, informa PF.

Escrito por Perônnico
Agente federal verifica material apreendido. Foto | POlícia Federal

A Polícia Federal parece que resolveu sentar praça em Roraima. Em mais uma ação, realizada ontem, denominada Operação K'daai Maqsin*, a PF desarticulou organização criminosa que seria responsável pela fabricação ilegal de armas e munições que abasteceria garimpo e facções criminosas no Estado.

Mais de 80 policiais cumpriram 10 mandados de prisão preventiva e 20 de busca e apreensão nas cidades de Bo Vista e Uiramutã, em Roraima, e Manaus, no Amazonas.

Além de fornecer armas a facções criminosas e garimpeiros, os chefes do grupo também operavam diretamente na exploração ilegal de ouro em terras indígenas, segundo detalhou a PF.

O inquérito policial foi instaurado após diligências constatarem que um galpão, localizado em Boa Vista/RR, poderia estar sendo utilizado como oficina para a
fabricação e comercialização de armas de fogo e munições de forma irregular. 

Com o avanço das investigações, a PF identificou uma rede de armeiros irregulares que estariam operando no estado, inclusive contando com o apoio de um
estabelecimento comercial familiar que operaria com aparente legalidade. 

Os indícios apontam que os principais suspeitos, além de abastecerem garimpos e outras atividades ilegais da região com os armamentos, operariam diretamente a
exploração ilegal de ouro em terras indígenas. Fonte | Polícia Federal