Domingo, 22 Dezembro 2019 14:40

Conselheiro do TCE indefere pedido para afastar Cecília Lorenzom da Secretaria de Saúde.

Escrito por Peronico

A advogada Cecília Lorenzom permanece, pelo menos por enquanto no cargo de secretária de Saúde do Estado. Duas situações combinaram para ela fique onde estar: primeiro porque ainda não ficou sustentado a nomeação de Marcelo Lopes, naquele acordo com o deputado Jalser Renier. Por outro lado, um pedido para afastar Cecília do cargo foi negado por um conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

Cecília continua na ‘marca do pênalti’, porém, nada foi definido sobre a saída agora. A nomeação e posse de Marcelo Lopes estavam apalavradas para a última quinta-feira (19). Mas a especulação de ontem é que Jalser e Denarium não ajustaram o acerto de forma que garanta sacramentar indicação.

E ontem, para a felicidade de Cecília – que parece não querer largar o osso – o conselheiro Bismarck Dias Azevedo, relator do pedido de afastamento e recém nomeado por Antonio Denarium para o cargo, entendeu que não havia provas para apear Cecília da pasta.

E nesse fica-não-fica, Cecília ganha mais uma sobrevida, provavelmente até depois do Natal, pois o clima de festas não propiciará discussões políticas que possa mudar o rumo do governo.

O pedido de afastamento de Cecília havia sido encaminhado pelo Ministério Público de Contas, por suspeita de irregularidades em contratação de empresas e processos licitatórios.