Quarta, 01 Janeiro 2020 15:05

2019 chegou ao fim e digo: não façam inimigos, busquem a paz e pesquem amigos em 2020!

Escrito por Perônnico
Este é o último post de 2019. Mas antes que o ano expire faço questão de agradecer mais, uma vez, a atenção e a colaboração dos leitores, de colaboradores, parceiros e de anunciantes. Este Blog, como sabem, se multiplicou: na prática, está consolidado entre centenas de leitores que o acessam todos os dias. É claro que há nisso o meu esforço pessoal. Mas não é menos verdade que são vocês a força que sustenta em múltiplas plataformas um pensamento nem sempre muito fácil. Quem me acompanhou durante todo esse ano que se encerra hoje sabe que não faço questão de andar na contramão, mas também não tenho nenhum receio de acertar as contas com a verdade, sempre dando um passo atrás quando é preciso. Como disse o filósofo Santo Agostinho: “Prefiro os que me criticam porque me corrigem aos que me elogiam porque me corrompem”. Isso não quer dizer que toda crítica é corretiva ou que todo elogio é corruptor. Agostinho só estava chamando atenção para o fato de que ambos têm de ser ponderados. Mas confesso que me senti bem fazendo esta coluna diária, atualizada, dinâmica e procurando sempre ser honesto com a informação. Discutir política incomoda. Mas os desafios fazem parte da vida de quem se propõe a escrever a realidade. Creio que acertei na maioria do que postei aqui. Houve erros, claro. Mas desprendido de qualquer pretensão acho que colaborei com as narrativas do dia-a-dia, sempre com os “olhos e os pés nas ruas” e tudo dentro do que é verossímil. Não sou arquiteto da verdade mas me propus a relatar fatos e a opinar sobre aquilo que não ofende nem agride as pessoas. Vira e volta, mesmo entre amigos, ouço duas frases mais ou menos assim “você está pegando pesado com alguém” ou ainda “você está fazendo apologia a fulano”, e o diálogo permanece aceso e vou convivendo entre todos os meios, nos extremos, habitando no mundo de todos quando é praticável, até porque jornalista não precisa necessariamente ter um lado. Por fim eu tenho gratidão por quem me acompanhou em 2019. Adquiri leitores, seguidores e adversários, tudo dentro de um relacionamento democrático, tolerável e suportável. E mais uma vez quero deixar aqui bem realçado que para mim é um privilégio tê-los como leitores e colaboradores da coluna. Nos encontraremos no ano que vem. Muito obrigado! E que tenham todos um ótimo 2020!