Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, cumpriu nesta quinta-feira (10/8) agenda oficial em Boa Vista (RR), onde lançou programas de apoio à indústria regional. A solenidade aconteceu no Palácio do Senador Hélio Campos, às 9h30. Na ocasião, o ministro também presidiu reunião ordinária do Conselho de Administração da Suframa, que teve em pauta 41 projetos industriais para o Polo Industrial de Manaus, o que representa um investimento de 317,8 milhões de dólares.

Marcos Pereira fez o lançamento de 2 programas: o Plano Nacional da Cultura Exportadora – PNCE, que visa aumentar a base exportadora nacional, e o programa Brasil Mais Produtivo, cujo objetivo é ampliar a produtividade das empresas participantes.

Em Roraima, foram identificadas cerca de 500 empresas com perfil para serem atendidas pelo PNCE. São indústrias de transformação, extrativista, de agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura. Por meio do programa, as empresas são capacitadas para vender seus produtos no mercado externo. O PNCE já foi lançado em 22 unidades da Federação, e ao todo possui mais de 6 mil empresas cadastradas.

Em outra frente de apoio à indústria regional, o MDIC levará para o estado o Brasil Mais Produtivo (B+P). Inicialmente, foram abertas 20 vagas para o programa, que oferece uma consultoria personalizada a cada empresa participante. Dois setores serão atendidos: Alimentos / Bebidas e Vestuário / Calçados. A partir de uma intervenção dentro da firma, são identificados os tipos mais comuns de desperdícios na produção, com o objetivo de tornar o processo mais eficiente e lucrativo.

Atualmente, o B+P conta com 1.079 empresas atendidas e outras 1.867 em atendimento. Com ótimos resultados preliminares, os atendimentos concluídos obtiveram aumento médio de produtividade de 50%, redução média da movimentação do trabalho de 59% e do retrabalho caiu 59%.

SUFRAMA – O ministro Marcos Pereira também presidiu a 280ª reunião ordinária do Conselho de Administração da Suframa, a segunda do CAS fora de Manaus em 2017. O primeiro foi realizado em Macapá (AP), no dia 11 de maio, e marcou a retomada do caráter itinerante das reuniões do Conselho após um período de 9 anos em que os eventos ocorreram consecutivamente na capital amazonense.

Dos 41 projetos industriais na pauta dessa 280ª reunião, 13 são de implantação e 28 de atualização, ampliação ou diversificação. Juntos, os projetos devem gerar 1.727 empregos ao longo dos próximos 3 anos.

Entre os projetos de implantação, o maior destaque é o projeto da empresa Carrier Midea da Amazônia, que visa produzir unidades condensadoras e evaporadoras para condicionadores de ar do tipo "split system" e condicionadores de ar de janela ou de parede com mais de um corpo. Com investimento total de US$ 16.5 milhões, a empresa tem a projeção de gerar 304 empregos.

Outro projeto de implantação de destaque é o da empresa Ardagh Indústria de Embalagens Metálicas do Brasil, com investimento total de US$ 47.1 milhões e expectativa de gerar 82 empregos, visando à fabricação de tampa de alumínio para latas de alumínio ou aço para acondicionamento de líquidos potáveis.

No caso das iniciativas de atualização, diversificação ou ampliação, o maior destaque fica por conta do projeto da empresa Transire Fabricação de Componentes Eletrônicos, direcionado à produção de terminais de captura de dados (transações comerciais). O investimento total previsto - US$ 102.5 milhões - é o maior da pauta da 280ª Reunião Ordinária do CAS.

0
0
0
s2smodern

Boa Vista

PUBLICIDADE

feijoada zi

logo JRH down