Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Roraima foi escolhido como primeiro Estado a receber um projeto piloto de eficiência energética elaborado pela Aneel (Agência Nacional de Energia de Energia Elétrica), por apresentar potenciais para investimentos e possuir custo de produção mais caro do país. A apresentação da proposta e do projeto com o passo a passo do leilão de eficiência energética ocorreu na tarde de segunda-feira (11), aos representantes do governo.

O projeto prevê mais economia com impacto na redução da conta de energia. A meta é reduzir 4 megawatts, por um período de cinco anos com a substituição de equipamentos de alto consumo por aparelhos mais eficientes, entre eles geladeiras, lâmpadas, ar condicionado, mudanças e ações de sensibilização para uso racional de energia.

A proposta é que o edital seja lançado em outubro deste ano e a contratação das empresas vencedoras ocorra até dezembro para início do projeto em 2019.

De acordo com o diretor da Aneel, Tiago Correia, a matéria que propõe a o projeto piloto em Roraima está em fase de consulta pública até o dia 16 de junho, no site da agência (www.aneel.gov.br/) e possibilitará que empresas participem do leilão com projetos de redução do consumo de energia.

“Os vencedores deste leilão atuarão como agente redutor de consumo. Assim evitamos a instalação de novas unidades geradoras, vamos ver mudança de comportamento e redução no consumo de energia, tendo em vista que Roraima tem o dobro do custo de produção de energia da média nacional”, ressaltou.

A CERR atuará como assessora ao projeto com informações de dados e informações. Para o presidente da Companhia, Kléber Coutinho, será a oportunidade também de desenvolvimento para o estado com geração de renda, tendo em vista a instalação de empresas que atuarão no projeto.

“Serão alugados galpões para armazenamento de materiais que serão substituídos, construção de estrutura para as empresas e será necessária mão-de-obra para execução do projeto”, pontuou.

Participaram do encontro os secretários da Sefaz (Secretaria da Fazenda), Leocádio Vasconcelos; da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), Carlos Bríglia e o adjunto, Anderson Gentil; presidente da CERR, Kléber Coutinho, e o diretor da Aneel, Tiago Correia, acompanhado de especialistas em regulação de mercado e eficiência energética.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down