Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

A alta de 0,32% do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) de janeiro, veio em linha com a projeção (0,31%) do economista-chefe da Porto Seguro Investimentos, José Pena, mas ligeiramente inferior às estimativas entre os analistas de mercado, que oscilavam entre 0,35% e 0,40%. Essa surpresa positiva com o índice total, porém, esconde uma gradual, mas consistente elevação dos chamados índices subjacentes de inflação ao longo dos últimos meses.

"Ilustra esse movimento o comportamento do grupo de serviços (excluindo-se cursos e passagens aéreas, itens com um reajuste único anual e de grande volatilidade, respectivamente): a alta acumulada em 12 meses passou de 3,0% em nov/18 para 3,4% agora em jan/19. Da mesma forma, a média dos núcleos inflacionários saiu de 3,2% nos 12 meses terminados em nov/18 para 3,4% agora em janeiro", explica o economista.

Pena ressalta que em ambos os casos, os valores são inferiores ao centro da meta de inflação, o que ainda caracteriza um ambiente inflacionário benigno. Porém, essa trajetória lenta, mas de contínua elevação parece justificar a postura de cautela, serenidade e perseverança na condução da política monetária defendida pelo Copom.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down