jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

O Indicador de Atividade do Comércio da Serasa Experian apresenta uma desaceleração no movimento dos consumidores em lojas de todo o país em agosto de 2019, quando comparado com o mesmo mês de 2018. Apesar do aumento de 1,5%, este é o pior desempenho desde maio, quando o crescimento foi de 4,0%. Quando comparado com julho/19, a queda foi de -0,9%, enquanto a variação do acumulado dos oito primeiros meses do ano mostrou alta de 0,9%.

1609 Grafico Serasa

A variação entre agosto/19 e julho/19, feitos os ajustes sazonais, mostra que os segmentos mais impactados foram Combustíveis e Lubrificantes e Veículos, Motos e Peças, ambos com queda de -1,4%. No acumulado de janeiro a agosto de 2019, o crescimento de 0,9% foi impulsionado por Veículos, Motos e Peças (10,6%) e Material de Construção (5,6%). Os demais segmentos

1609 Grafico Serasa2

Segundo o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, este movimento sinaliza uma desaceleração, mas ainda não é possível apontar uma tendência. "A fraca recuperação da economia e os altos índices de inadimplência do país ainda fazem os consumidores priorizarem outros gastos. Ainda temos datas importantes para o comércio no segundo semestre, que irão impactar o indicador", comenta. Ainda assim, o Dia dos Pais fez com que a atividade ficasse positiva, já que em 2019 a data teve o melhor desemprenho dos últimos seis anos.

Tecidos e veículos foram os que mais impactaram o movimento no comércio

A alta de 1,5% na variação anual (agosto/18 x agosto/19) foi puxada pelos segmentos de tecidos, vestuário, calçados e acessórios e por veículos, motos e peças, que apresentaram crescimento de 3,8% e 3,7%, respectivamente, na comparação com o mesmo mês do ano anterior. Materiais de construção (2,8%), móveis, eletrodomésticos, eletrônicos e informática (1,9%) e Supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (0,1%) também apresentaram alta, enquanto combustíveis e lubrificantes tiveram queda de -5,9%.

A variação entre agosto/19 e julho/19, feitos os ajustes sazonais, mostra que os segmentos mais impactados foram Combustíveis e Lubrificantes e Veículos, Motos e Peças, ambos com queda de -1,4%. No acumulado de janeiro a agosto de 2019, o crescimento de 0,9% foi impulsionado por Veículos, Motos e Peças (10,6%) e Material de Construção (5,6%). Os demais segmentos apresentaram queda.

No link a seguir, é possível conferir toda a série histórica deste indicador: www.serasaexperian.com.br/amplie-seus-conhecimentos/indicadores-economicos

Metodologia do Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio

O Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio é construído, exclusivamente, pelo volume de consultas mensais realizadas por cerca de 6.000 estabelecimentos comerciais à base de dados da Serasa Experian. As consultas são tratadas estatisticamente pelo método das médias aparadas, com corte de 20% nas extremidades superiores e inferiores das taxas mensais de crescimento, relativas a cada estabelecimento comercial dentro de cada um dos seis segmentos varejistas pesquisados. Para a formação da série agregada do Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio, as taxas de crescimento resultantes de cada segmento varejista são ponderadas pelo peso relativo de cada um deles na Pesquisa Mensal de Comércio – Varejo Ampliado, do IBGE, respeitando-se as suas revisões metodológicas.

Fonte: Serasa Experian www.serasaexperian.com.br/ 

0
0
0
s2smodern

logo JRH down