jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

No volume de exportações e importações a soja foi o principal produto exportado em 2015, com 21 mil toneladas comercializadas

2501 soja 4  
2501 Grafico 02 2501 soja 1 2501 Grafico 01  

Pelo décimo quinto ano seguido, a balança comercial do Estado de Roraima registra resultado superavitário no fechamento do ano, de acordo com análise feita pela Coordenadoria de Estudos Econômicos e Sociais da Seplan (Secretaria Estadual de Planejamento e Desenvolvimento).

Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, as exportações de Roraima totalizaram US$ 11,6 milhões em 2015, e as importações US$ 9,6 milhões, gerando assim um saldo superavitário na balança comercial do Estado de US$ 2,0 milhões.

Assim como em 2014, as exportações roraimenses em 2015 concentraram-se basicamente em apenas dois produtos: soja e madeira. A soja foi o principal produto exportado com participação de 77% do total (veja gráfico 1), sendo comercializadas com o exterior 21 mil toneladas, gerando valor de US$ 8,9 milhões. O principal comprador da soja foi a Holanda. Já a madeira gerou US$ 1,4 milhões, e assim como a soja, teve como maior comprador também a Holanda.

As importações em 2015 (gráfico 2) somaram US$ 9,6 milhões. Os produtos em destaque na pauta de importação foram: máquinas e equipamentos, oriundos principalmente da França, com US$ 2,2 milhões; cimento de Trinidad e Tobago, com U$ 2 milhões; e centrais de ar condicionado da China, com U$ 1,5 milhões.


Holanda: principal parceiro econômico de Roraima em 2015

No ano de 2015, o principal parceiro comercial de Roraima foi a Holanda, que adquiriu US$ 9,5 milhões em soja e madeira. Em segundo lugar encontra-se a China, que foi origem da importação de US$ 3,5 milhões de mercadorias, entre centrais de ar-condicionado, eletroeletrônicos, e outros.

Dentre os países que fazem fronteira com Roraima, a Guiana adquiriu US$ 1 milhão em mercadorias, basicamente soja, milho e água mineral, em contrapartida as empresas roraimenses adquiriram aproximadamente US$ 900 mil de arroz. Gerando um saldo superavitário para o Estado de aproximadamente US$ 100 mil e um total de transação de aproximadamente US$ 1,9 milhões.

A Venezuela, que até 2012 era o nosso principal parceiro comercial, ficou na sexta colocação em 2015. Foram exportados para o País vizinho, aproximadamente US$ 600 mil em instrumentos para medicina, odontologia e veterinária, além de madeira. Em contrapartida, Roraima comprou aproximadamente US$ 500 mil de vidro, artigos de papel e garrafões plásticos, entre outros. O saldo com a Venezuela também foi superavitário para Roraima de US$ 100 mil, e o total das transações foram de US$ 1,1 milhões.

2501 Grafico 03

0
0
0
s2smodern

logo JRH down