jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A Aferr (Agência de Fomento de Roraima) apresentou ao Banco Central do Brasil o relatório de 2015, com o objetivo de mostrar as atividades operacionais de crédito desenvolvidas e para atender as exigências no que se refere à obrigatoriedade de a instituição financeira atuar dentro dos parâmetros legais e regulamentares.

2302 Presidente da Aferr Weberson PessoaO relatório foi entregue pelo presidente, Weberson Pessoa, e o diretor de Administração e Finanças, Jaime Dean, que estiveram no Banco Central no final do mês passado para apresentar as atividades desenvolvidas e o planejamento estratégico para 2016.

“A Agência de Fomento é subordinada às normas do Banco Central do Brasil, por isso a necessidade anual que temos de fazer uma espécie de prestação de contas e justificativas para nossa efetiva atuação no mercado financeiro”, afirma Pessoa.

O gerente técnico Regional do Banco Central, Godofredo Mussara dos Santos, destacou a importância do segmento das agências de fomento no contexto da economia nacional. Afirmou que vê com boas expectativas a nova gestão da Aferr, pois está cumprindo sua finalidade operacional. “Antes a Agência estava ameaçada de perder sua autorização para funcionamento, mas agora vemos que o trabalho está no caminho certo”, declarou Mussara.

Questionando sobre o momento da Aferr, o presidente Weberson destacou que a atual diretoria assumiu a instituição em março de 2015, quando encontrou uma série de situações carentes de equacionamento e solução. “Contratamos consultoria técnica em licitações, o que viabilizou a contratação de produtos, serviços e equipamentos de que precisávamos. Contratamos empresa para elaboração do plano de cargos e salários para posterior realização de concurso público para o preenchimento de 51 servidores, colocando mais pessoas na área de atendimento”, explicou Weberson Pessoa.

Quanto aos novos produtos e serviço da Aferr, Weberson Pessoa destaca que estão sendo criadas linhas de crédito para taxistas e para capital de giro. Com taxas de juros de 1, 9% a 2, 9% ao mês. Outra novidade, segundo o presidente, é a implantação da estrutura de crédito itinerante com a utilização de ônibus equipado e personalizado, cedido pelo Tribunal de Justiça de Roraima.

“Já temos uma série de medidas para que a partir de agora a Aferr possa desempenhar melhor suas atividades e cumprir de fato sua finalidade social. Vamos reformar a estrutura física da Agência para servir de base administrativa; estamos trabalhando a aquisição de nova sede para o setor de atendimento, com nova identidade visual para uma maior socialização do crédito”, anunciou Werbeson.

BALCÃO DE FERRAMENTAS - O programa de apoio à aquisição de máquinas, equipamentos e especificamente ferramentas também está dentro do planejamento estratégico de ação da Aferr para este ano. É uma determinação da governadora Suely Campos e vai atender em todos os municípios do Estado, por meio de parceria com a Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem Estar Social).

“O Balcão de Ferramentas terá as mesmas taxas de juros dos programas já existentes na Aferr. É um programa importante que vai atender a necessidade daqueles empreendedores que atuam na indústria de transformação”, complementou Werbeson.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down