Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

O 68º AgroEx – Seminário de Agronegócio para Exportação realizado em Boa Vista pela primeira vez, no auditório da Universidade Federal de Roraima, resultado de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas (Smai) e o Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), atraiu as atenções de dezenas de pessoas envolvidas no agronegócio.

A proposta do AgroEx foi de discutir estratégias para o aumento da inserção do agronegócio brasileiro no mercado internacional, além de disseminar informações estratégicas para exportação do agronegócio, buscando a maior integração das cadeias produtivas. O evento atraiu as atenções de autoridades dos setores públicos e privado que participaram intensamente das palestra que foram ministradas.

Entre os temas, estiveram em destaque “Desafios e oportunidades do agronegócio nacional, aspectos burocráticos do trâmite aduaneiro e ferramentas de busca de informações sobre mercados em potencial”. Houve também a apresentação de um caso de sucesso do Grupo Veber, pioneiro no plantio de soja em Roraima.

O superintendente do Mapa em Roraima, Plácido Alves, destacou que o estado possui uma vocação natural para vencer desafios no que diz respeito à agropecuária. “Fiquei muito feliz em ver os produtores rurais participando do evento, uma vez que nós temos muito a contribuir com esses produtores, acredito que possamos fazer um trabalho diferenciado em se tratando do potencial que Roraima tem para o agronegócio. Basta unirmos forças, trabalharmos em conjunto para agregar valor e verticalizar a produção gerando riqueza e renda”, frisou.

Matheus Veber, proprietário da Ouro Verde Agropecuária disse que Roraima é um estado novo no que diz respeito ao agronegócio e muitas oportunidades ainda estão surgindo. “Entre as vantagens que temos com relação ao restante do país estão o sol o ano todo, ausência do vazio sanitário, ausência da entressafra, ou seja, podemos plantar o ano todo, concluindo assim que o estado de Roraima tem ambientes propícios para tudo isso”, enfatizou.

O Secretário Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas, Marlon Buss, destacou que é necessário que os produtores em Roraima se organizem para definir em qual linha de trabalho seguir. “Nós temos culturas muito bem definidas e que são à base da produção, que são a soja e o milho, mas também temos outras alternativas. O evento de hoje é para mim um dos mais importantes já realizados em Roraima, pois aqui poderemos entender como nos posicionar frente ao mercado consumidor, de fato foi muito proveitoso”, concluiu.

Para o vice-prefeito Arthur Henrique, a parceria já tem uma grande importância a partir da realização do evento, uma vez que vários órgãos se unem em prol de uma causa importante que é o agronegócio no município e no estado. “Ao virem especialistas de fora, os produtores ganham experiências e conhecem novas oportunidades e podemos destacar nossa posição geográfica muito favorável ao agronegócio. A prefeita Teresa Surita tem um olhar especial para esse setor em busca de desenvolver Boa Vista e transformá-la em um município exportador”, declarou.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down