Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

O ano de 2017 foi marcante para o setor agrícola no município de Boa Vista. Com a criação da Secretaria Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas, mais um compromisso de campanha cumprido pela prefeita Teresa Surita, vários projeto foram desenvolvidos com o objetivo de transformar Boa Vista em uma fronteira agrícola.

O maior deles é o Plano Municipal de Desenvolvimento do Agronegócio - PMDA criado para auxiliar os agricultores com as fases necessárias para que possam aumentar a quantidade e qualidade da produção, além de criar uma regularidade e produzir em escala.

Além disso, os agricultores habilitados no projeto poderão adquirir máquinas e implementos agrícolas para o trabalho por meio de instituições financeiras, sendo a SMAI a responsável pela orientação e assistência técnica.

O Plano de negócio, um complemento inserido no PMDA irá permitir a organização dos produtores em todos os sentidos, como o financeiro, pessoal, capacitações, regularidade e qualidade de produção, bem como a criação de um padrão, o que permitirá que Boa Vista se transforme em um polo exportador. Os produtores que receberão a consultoria serão aqueles que atenderam aos critérios básicos para habilitação.

Os trabalhos do PMDA estão bastante avançados. A equipe da SMAI já iniciou a coleta das amostras para análise de solo, o que deve determinar a condição para iniciar o plantio. Ao todo uma área de 1.600 hectares deverá ser atendida pelo projeto inicialmente em 2018.

Área Indígena - Em 2017 a área rural indígena também recebeu atenção da pasta. No decorrer do ano o rebanho bovino foi imunizado contra a Febre Aftosa, brucelose e também recebeu vermifugação. Ao todo mais de três mil cabeças foram vacinadas. O mesmo aconteceu com a população canina e felina. A equipe técnica da secretaria percorreu as Comunidades Indígenas realizando a vermifugação, vacinação contra raiva e exames para detecção de toxoplasmose.

Foram realizados ainda plantios experimentais da cultura do feijão caupi em áreas coletivas em várias comunidades. O objetivo foi de iniciar um plantio em escala para beneficiar os indígenas de cada comunidade, proporcionando melhoria na renda familiar e aprendizado com relação à agricultura tecnificada.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down