jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A equipe de TI da Femarh também está desenvolvendo a versão mobile

1608 Rogerio Martins

A Fundação Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Femarh), com o intuito de dar transparência aos processos ambientais, está implantando o sistema de processos virtuais, o Gerenciamento de Processo Ambiental (GDA). Durante toda esta semana os técnicos da fundação passam por treinamento para operar o sistema.

Para Rogério Martins, presidente da Femarh, além da transparência o sistema dará celeridade no andamento dos processos. “Estamos trabalhando muito para dar transparência às nossas atividades. De 2015 para cá, conseguimos atingir um nível de licenciamento muito bom, então a virtualização vai atender toda essa demanda e agilizar o andamento delas”, explicou acrescentando que o sistema estará funcionando até o fim deste mês.

Os órgãos ambientais dos municípios também terão gerência no GDA e passarão pelo mesmo treinamento para operar o sistema, assim como os consultores ambientais, responsáveis por documentar e consultar o andamento dos processos. Todas as licenças emitidas no Estado, seja pela Femarh ou por pelos municípios, estarão disponíveis no sistema.

O GDA também será aberto para consulta pública, onde qualquer cidadão poderá acessar as informações processuais de seu interesse, inclusive verificar se um empreendimento tem licença ambiental. Os órgãos fiscalizadores como Ministério Público Estadual (MPE), Ministério Público Federal (MPF), Polícia Civil, entre outros também terão acesso.

De acordo com Martins, a transparência é um pedido da governadora Suely Campos. “No início da gestão a governadora solicitou agilidade e transparência nas ações para que o órgão ambiental não seja um empecilho para o setor produtivo. A Fundação ambiental tem sido uma parceira para as entidades de produção do Estado, pois a gente só consegue fazer gestão ambiental se tiver produção dentro da legalidade”, explicou.

Para realizar a consulta processual, o requerente ou o consultor deve entrar no site da Femarh www.femarh.rr.gov.br e clicar no link do GDA. Quando abrir a página, basta informar o número do processo que é gerado na abertura e acessar. O requerente também poderá acompanhar os trâmites pelo e-mail informado durante a abertura do processo.

VERSÃO MOBILE – A equipe do Centro de Informações Ambientais, Científicas e Tecnológicas (Ciact) da Femarh está desenvolvendo um APP – aplicativo mobile, para a realização de consultas de processuais. O App visa facilitar ainda mais o acesso a essas informações e dar ainda mais transparência.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down