jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

O acordo visa multiplicar conhecimentos na área ambiental aos seus cooperativados 

2808 presidente da Coopercarne assina termoA Fundação Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Femarh) celebrou um acordo de cooperação técnica com a Cooperativa Agropecuária de Roraima (Coopercarrne), quinta-feira 25, que visa multiplicar os conhecimentos na área ambiental aos cooperativados de forma itinerante e atender as propriedades rurais de alcance.

O presidente da Femarh, Rogério Martins Campos, agradeceu a oportunidade e ressaltou que umas das prioridades do governo do estado é estimular o crescimento econômico do setor produtivo no Estado.

“Uma das prioridades da fundação é, sem dúvida, o setor produtivo”. O presidente ressaltou que, a implantação do sistema de processos virtuais da Femarh, que vai trazer modernidade, agilidade e transparência no trâmite dos procedimentos.

“Estamos realizando treinamentos e acreditamos que até meados do mês de outubro o sistema já esteja em funcionamento, o que demonstra que a cada dia estamos trabalhando para ser uma instituição parceira do setor produtivo do estado em todos os seus segmentos”, destacou.

Na ocasião, o chefe da Divisão de Prevenção e Monitoramento Ambiental da Femarh, Paulinho Fellipin, fez apresentação aos cooperados do Novo Código Florestal, peculiaridades das áreas do estado, finalizando com uma explanação sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR), o registro público eletrônico das informações ambientais dos imóveis rurais.

“O cadastro visa promover a identificação e a integração das informações ambientais das propriedades e posses rurais, visando o planejamento ambiental, monitoramento, combate ao desmatamento e regularização ambiental”, destacou Paulinho Fellipin.

O acordo de cooperação técnica tem validade de 2 anos e visa o desenvolvimento de mecanismos que garantam efetivo cumprimento da legislação ambiental vigente; ampla adesão dos produtores rurais membros da Coopercarne; monitoramento das propriedades rurais, em regiões comuns às partes, com elaboração de diagnóstico atual do uso e ocupação do solo, da cobertura vegetal, identificando o remanescente florestal em cada propriedade e definição e adoção de melhores práticas ambientais voltadas ao processo de recuperação das áreas de preservação permanente degradadas, em regiões de comum interesse, seguindo o principio da minimização dos custos.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down