A Defesa Civil Municipal intensificou desde quarta-feira, 28 de junho, a retirada de mais de 30 famílias que moram na área de interesse social Caetano Filho, popularmente chamado de “Beiral”. Isso devido ao elevado nível do Rio Branco, que já ultrapassa os 7,30m. O trabalho aconteceu desde então devido o avanço das águas na região habitada.

Cerca de 20 técnicos da Defesa Civil e mais 10 bombeiros civis atuaram na retirada das famílias. Muitas delas foram levadas até o abrigo no bairro Caimbé, e outras, a casas de familiares e amigos. De acordo com o diretor da Defesa Civil Municipal, Amarildo Gomes, por enquanto, o trabalho está sendo concentrado apenas no Caetano Filho.

“Atualmente, esses problemas de alagações só foram constatados no ‘Beiral’, tendo em vista que está chovendo pouco na capital. Mas nós estamos em alerta, monitorando todos os pontos críticos, para atuar de forma satisfatória à população”.

No total, a Defesa Civil mantém mais de 200 famílias cadastradas para receberem atendimentos em caso de enchentes. A metade delas está localizada no Caetano Filho. As demais se encontram em bairros como Calungá, Paraviana, Cauamé, Caranã e Nova Cidade.

A Defesa Civil também dispõe de barcos, serras-elétricas e maquinários para serem utilizados em situações de emergência, como corte de árvores nas áreas atingidas. Caso seja necessário apoio, as solicitações podem ser feitas através da Central de Atendimento 156.

0
0
0
s2smodern
BANNER DO MEIO

Boa Vista

PUBLICIDADE

bcathedral

logo new