O nível do Rio Branco atingiu a marca de 8m, nesta terça-feira, 4, quase 1m a mais desde a última quarta-feira. A Defesa Civil Municipal segue no monitoramento e a todo instante recebe chamados para a retirada de famílias nas áreas de risco de interesse social Caetano Filho, também conhecido como “Beiral”. Em 2011, o nível do Rio Branco atingiu a marca de 10,28 metros.

De acordo com o diretor da Defesa Civil Municipal, Amarildo Gomes, três caminhões estão sendo usados na remoção destas famílias. “Nas primeiras horas do dia, cerca de 6 famílias foram retiradas destas áreas. Algumas estão indo para a casa de amigos e familiares, outras para o abrigo”, destacou. O abrigo que recebe estas famílias desabrigadas fica localizado no bairro Caimbé.

Com o aumento considerável do nível do Rio Branco, as atividades da Defesa Civil Municipal não cessam. As retiradas seguem conforme o fluxo de chuvas. “Não temos condições de estimar quantas famílias ainda serão retiradas destas áreas. O rio está subindo e, com isso, as demandas vão chegando”, ressaltou. Além dos moradores do 'Beiral', nesta manhã foram retiradas as primeiras famílias do bairro Cauamé.

A Defesa Civil dispõe ainda de barcos, serras-elétricas e maquinários para serem utilizados em situações de emergência, como corte de árvores nas áreas atingidas. Caso seja necessário apoio, as solicitações podem ser feitas através da Central de Atendimento 156.

No total, a Defesa Civil mantém mais de 200 famílias cadastradas para receberem atendimentos em caso de enchentes. A metade delas está localizada no Caetano Filho. As demais se encontram em bairros como Calungá, Paraviana, Cauamé, Caranã e Nova Cidade.

0
0
0
s2smodern
BANNER DO MEIO

Boa Vista

PUBLICIDADE

bcathedral

logo new