Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

O Comitê de Queimadas, coordenado pela Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), constituído por mais de 30 instituições reuniu–se quarta–feira (23), no comando do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) para definir e aprovar o calendário de queimadas 2018.

O diretor de monitoramento e controle ambiental da Femarh, Rarisson Barbosa, coordenou a reunião. Ele ressaltou que com a chegada do período seco, é necessária a apresentação do calendário de queimadas para o ano de 2019.

A proposta do calendário apresentada ao seguiu os mesmos parâmetros do ano de 2017, e respeitando, sobretudo o clima de cada região do Estado. Segundo Barbosa, a emissão de autorizações de queimadas inicia em janeiro de 2019 nos municípios de Rorainópolis, São Luiz do Anauá, São João da Baliza e Caroebe.

Em janeiro e fevereiro serão os municípios de Canta, Bonfim, Iracema e Mucajaí, e, por fim, em março o município de Alto Alegre, Amajari e Normandia. O secretário de Agricultura do município de Cantá, Marcelo Cawboy, solicitou aumento no número de brigadistas no município para atuarem no combate aos incêndios originados nas terras indígenas de Malacaxeta, Taba Lascada e Canauani.

O analista do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), Benjamim da Luz, informou que em algumas áreas federais será aplicada a técnica de queima em mosaico, ou seja, fogo para controlar incêndios maiores e que podem ficar fora de controle.

Calendário de para emissão de autorização de queimadas 2019

Rorainópolis

12 a 16/01

São Luiz do Anauá

17 a 20/01

São João da Baliza

21 a 23/01

Caroebe

24 a 27/01

Caracaraí

28 a 31/01

Bonfim

01 a 04/02

Cantá

05 a 10/02

Iracema

11 a 14/02

Mucajaí

15 a 20/02

Alto Alegre

21 a 24/02

Amajari

25 a 28/02

Normandia

28/02 a 02/03

0
0
0
s2smodern

logo JRH down