jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

As obras de construção do Parque do Rio Branco avançam a cada dia e os benefícios vão além de um novo cartão postal para Boa Vista. Isso porque a prefeitura resolveu um antigo problema de moradia e retirou mais de 350 famílias que viviam debaixo de barracos de madeira, em casas de árvore, em áreas de preservação ambiental, zonas de violência, prostituição e alagamentos.

A revitalização do local, onde antes estava a área de interesse social Caetano Filho (conhecida como Beiral), teve início ainda em 2017, quando o município iniciou o processo de desocupação por meio de negociação com os proprietários das casas, de forma justa, e pagando as devidas indenizações.

Desde então, as famílias mudaram de vida e estão morando em bairros muito melhores, com mais infraestrutura, ofertas de serviços públicos mais eficientes e sem a preocupação de ter de sair de casa todo período de inverno.

“Nossas ações e os investimentos que fazemos em Boa Vista vão muito mais além do que melhorar a infraestrutura dos bairros. Nós mudamos a vida das pessoas. Cada obra de asfalto, cada construção de drenagem, cada projeto social em plena atividade muda para melhor a realidade dos moradores da capital. Isso é comprometimento, gestão pública responsável. Sabemos que ainda há muito a ser feito, mas com muito trabalho e determinação, temos avançado a cada dia”, garante a prefeita Teresa Surita.

A prefeita Teresa Surita visitou a região nesta semana, percorreu o trecho da canalização do Igarapé Caxangá que já se aproxima do rio Branco, e vistoriou o aterro que vai elevar a base do local, o que evitará alagamentos durante o inverno. Ela destacou que o projeto do parque é complexo e que depende de muitos fatores, mas espera que seja concluído por completo até 2020.

“Nós vamos trabalhar para que possamos chegar lá. O melhor de tudo é que aqui era uma área que alagava e nós conseguimos retirar 350 casas indenizando todas as pessoas, dando uma qualidade de vida melhor para elas hoje. E acabou o problema de alagamento nesse bairro, o que para nós era um transtorno enorme, pois a cidade é plana, cortada por sete igarapés e passamos sempre por muitas dificuldades na época do inverno. Então temos muito a comemorar e em 2019 trabalhar forte para concluir a obra até 2020, se Deus quiser”, declarou.

Para a continuação da obra e início, de fato, da construção do Parque, os recursos já estão garantidos pela prefeita Teresa em parceria com o senador Romero Jucá e terá duas fases. A primeira contemplará: urbanização, trilha, mirante e local para ancorar barcos turísticos. Na segunda, será feita a construção da avenida Beira Rio, que segue da Ponte dos Macuxi até o Parque do Rio Branco. Os trabalhos iniciarão assim que a primeira etapa for concluída.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down