Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

A ação contará com a parceria da Embrapa que disponibilizou três pesquisadores e um analista para conhecer a ETE e fazer uma avaliação prévia do solo, no entorno da lagoa de estabilização.

A Caerr (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) dará início nos próximos dias ao plantio de cortinas vegetais na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). Um equipe técnica composta por engenheiros, agrônomos e biólogos realizaram uma inspeção na lagoa de estabilização, localizada no bairro São Bento, na manhã de quinta-feira (17/1).

A ação contará com a parceria da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) que disponibilizou três pesquisadores e um analista para conhecer a ETE e fazer uma avaliação prévia do solo, no entorno da lagoa de estabilização.

“Será feito um estudo detalhado para definir as espécies e a quantidade adequadas ao tipo de solo em que serão plantadas”, explicou a diretora de Engenharia e Gestão Ambiental da Caerr, Elizângela Sousa Rodrigues.

A Gerência do Sistema de Esgotos (GSE) e Núcleo de Meio Ambiente (NMA) também estarão envolvidos no estudo. “A segunda reunião está marcada para o dia 6 de fevereiro e nela, traçaremos as ações para iniciar todo o processo de cortinamento”, revelou a chefe do NMA, Airlene Carvalho.

CORTINAMENTO – Após estudo e análise do solo que serão feitos pela Embrapa, a Caerr fará o plantio das mudas em torno da lagoa. As cortinas naturais irão minimizar os impactos gerados pela estação de tratamento de esgoto. A ideia é aumentar a sustentabilidade ambiental na operação na estação de tratamento.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down