jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

A Organização das Nações Unidas (ONU) criou em 1992 o Dia Mundial da Água, celebrado anualmente em 22 de março. Para homenagear a data, o Sebrae Roraima (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), em parceria com a Prefeitura de Boa Vista realizará nesta sexta-feira (22), no Bosque dos Papagaios, uma programação para sensibilizar os colaboradores e a comunidade.

Das 8h às 10h, colaboradores e parceiros se reúnem para uma ação de limpeza na Praia do Caçari. Às 16h, a Diretora Superintendente do Sebrae Roraima, Luciana Surita, ministrará uma palestra no auditório Makunaima, Edifício Airton Dias, localizado na rua Governador Aquilino da Mota Duarte, Nº 1771, bairro São Francisco.

As atividades são parte do programa de sustentabilidade desenvolvido pelo Sebrae Roraima. “A sustentabilidade envolve não só as questões ambientais, mas também as sociais e econômicas. Além disso, ela faz parte da nossa missão. É um trabalho que realizamos de dentro para fora e envolve desde os colaboradores, aos clientes, fornecedores, parceiros e a comunidade”, explicou Juliele Lima, diretora do programa.

Direito à água potável - O acesso à água e ao saneamento é reconhecido internacionalmente como um direito humano. Ainda assim, de acordo com o último Relatório Mundial das Nações Unidas sobre Desenvolvimento dos Recursos Hídricos, mais de 2 bilhões de pessoas não dispõem dos serviços mais básicos.

Intitulado “Não deixar ninguém para trás”, o relatório explora os sinais de exclusão e investiga formas de superar as desigualdades. O documento foi lançado no dia 19 deste mês em Genebra, na Suíça, durante a 40ª Sessão do Conselho de Direitos Humanos.

Em 2010, a Assembleia Geral das Nações Unidas aprovou uma resolução que reconheceu “o direito à água potável segura e limpa e ao saneamento como um direito humano”. Em 2015, o direito humano ao saneamento foi reconhecido de forma explícita como um direito distinto.

Esses direitos obrigam os Estados a agirem rumo à obtenção do acesso universal à água e ao saneamento para todos, sem discriminação, ao mesmo tempo em que devem dar prioridade às pessoas mais necessitadas. O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 6 da Agenda 2030 também visa garantir a gestão sustentável e o acesso à água e ao saneamento para todos até 2030.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down