jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Pautada no Tema Geral “Línguas, Ritos e Protagonismos nos Territórios Indígenas”, A Conferência da Terra – Fórum Internacional do Meio Ambiente será celebrada em Boa Vista, no período de 18 a 20 de setembro de 2019 na UFRR - Universidade Federal de Roraima. O prazo para submissão de trabalhos encerra dia 31 de julho.

A Conferência da Terra, o maior evento socioambiental acadêmico-científico, em seu 8º ano, é uma realização da Universidade Federal de Roraima, em parceria com instituições governamentais e privadas, cujas atividades programadas ocorrerão no CAF - Centro Amazônico de Fronteiras, no campus Paricarana da UFRR.

A UNESCO elegeu 2019 como o Ano Internacional das Línguas Indígenas, apoiando e fortalecendo a conscientização global da preservação, revitalização e promoção das línguas originárias no planeta.

A Conferência da Terra 2019 é baseada em 23 temas, destacando-se: Educação e Sustentabilidade; Tradições Indígenas; Sistemas Produtivos; Migrações Humanas; A Questão da Terra; Políticas Públicas e Projetos; Mudanças Climáticas; Educação e Línguas; dentre outros temas principais e transversais.

Globalmente, existem mais de 6 mil idiomas ancestrais falados por povos indígenas, todavia o patrimônio linguístico segue desaparecendo em ritmo alarmante. Sem medidas adequadas para a preservação dos povos e suas línguas, as diversas formas de linguagem milenar estão condenadas ao desaparecimento e, junto com elas, vão se extinguindo a história, a memória e as tradições linguísticas em todo o mundo.

Evento consagrado internacionalmente, a Conferência da Terra 2019 vai reunir centenas de pesquisadores, professores, representantes de instituições, governamentais e não governamentais, nacionais e internacionais.

A escolha de Boa Vista para sediar A Conferência da Terra: Fórum Internacional do Meio Ambiente deve-se à sua representatividade junto aos povos ancestrais, cujo domínio ocupa 50% do território estadual. São 11 etnias ocupando 32 terras indígenas em Roraima, destacando-se os territórios Yanomami, São Marcos, Waimiri-Atroari e Raposa Serra do Sol.

Os resultados e metas previstas incluem ampla divulgação no Brasil e exterior, e a publicação dos trabalhos apresentados como capítulos nos livros e-books, com ISBNs e selo da Editora UFRR. As inscrições porem ser feitas em http://ufrr.br/confdaterra/

0
0
0
s2smodern

logo JRH down