Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 
2810 Centro Cultural Japones em Roraima2 2810 Centro Cultural Japones em Roraima3
2810 Centro Cultural Japones em Roraima4 2810 Centro Cultural Japones em Roraima5
2810 Centro Cultural Japones em Roraima6 2810 Centro Cultural Japones em Roraima7
click nas fotos para ampliar

O Centro tem como o objetivo de disseminar a cultura japonesa e contribuir com a diversidade cultural de Roraima

Em uma noite histórica para a imigração japonesa na Amazônia, nesta sexta-feira (27/10) foi inaugurado o Centro Cultural da Associação Nipobrasileira em Roraima – ANIR, organização que tem como parceira a Prefeitura de Boa Vista. O prédio está localizado no Bairro Caçari e vai sediar as principais atividades culturais nipônicas promovidas com a comunidade boavistense.

O centro cultural foi construído em uma área de 3.000 m2, em um terreno doado pela Prefeitura de Boa vista. Sua estrutura conta com duas salas de aula, um hall, uma secretaria, três banheiros, além de um jardim que também foi feito graças ao apoio do município. No lugar será intensificada a difusão do idioma e da cultura japonesa em Roraima.

Representando a prefeita Teresa Surita, o vice-prefeito Arthur Henrique falou sobre a parceria envolvendo a ANIR e o executivo municipal, além de ressaltar as contribuições que a comunidade japonesa tem proporcionado aos brasileiros e, principalmente, aos boavistenses, como valores tradicionais, artes, respeito e honra.

“A prefeita Teresa Surita entende que o trabalho desenvolvido pela comunidade japonesa é primordial ao nosso município. A nossa cultura é muito rica, mas se pudermos somar com outras culturas em valores, como é o caso da japonesa, nós só temos a ganhar com isso. Entendendo isso, a Prefeitura apoia desde o início, disponibilizando a área onde foi construída a sede e o jardim. E este é somente o início de uma ótima parceria que vai beneficiar a toda a comunidade”, disse.

Para a presidente da ANIR, Elizabeth Mitie Fukuda, a construção do centro cultural é a concretização de um sonho iniciado há mais de 60 anos, quando as primeiras famílias japonesas chegaram em Roraima. Atualmente, a estimativa é que haja 120 famílias composta por nikkeis – descendentes japoneses nascidos fora do Japão.

“Nós estamos muito felizes por este sonho que se torna realidade, onde poderemos reunir nossas famílias, com nossas tradições, envolvendo a comunidade local. Somos gratos também pelo apoio dado por diversas instituições, como a Prefeitura de Boa Vista, que nos doou o terreno para a sede. Mas o nosso maior ganho, com certeza, foi a integração e a união de nossa gente”.

A solenidade contou com a participação do cônsul-geral do Japão em Manaus, Shuji Goto e de representantes de outras instituições nipônicas. Ao final do evento, foram plantados bambus no jardim e os convidados puderam também participar da tradicional cerimônia do chá, conduzida pela consulesa Yoko Goto.

HISTÓRICO – Em junho de 2008, ano em que se comemorava o Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, a comunidade nipônica em Roraima se reuniu e assim fundou a Associação Nipobrasileira de Roraima – ANIR, com o objetivo de disseminar a cultura japonesa e contribuir com a diversidade cultural de Roraima. Na época, o Estado contava com mais de cem famílias de origem japonesa.

E em fevereiro de 2009, foi criado o Instituto Roraimense de Cultura Japonesa – IRCJ, oferecendo aulas do idioma japonês à comunidade roraimense. Atualmente, a escola conta com 86 alunos, sendo que 77% écomposto por não descendentes japoneses. A escola tem recebido apoio principalmente da Agência de Cooperação Internacional do Japão – JICA, da Fundação Japão, do Consulado Geral do Japão de Manaus, além da Faculdade Roraimense de Ensino Superior – FARES, que cedeu salas para as aulas.

Em 2011, a Anir foi enquadrada na Lei de Utilidade Pública Estadual (Lei número 821 de 17 de outubro de 2011). E em 2012, foi enquadrada na Lei de Utilidade Pública Municipal (Lei nº 1.460, de 03 de outubro de 2012). Neste mesmo ano, em 12 de março, a Anir recebeu na forma de concessão, um terreno da Prefeitura de Boa Vista (RR), localizado no bairro Caçari para a construção de sua sede.

E em novembro de 2016, a ANIR recebeu a doação do Consulado Geral do Japão, no valor de R$ 273.390,84, para a construção do Centro Cultural. Já em 2017, foi qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP. Desta forma, a ANIR está qualificada a realizar convênios e parcerias com entidades públicas nacionais e internacionais, e ainda receber doações de empresas privadas tributadas pelo lucro real, estas podendo deduzir do seu Imposto de renda devido.

0
0
0
s2smodern

Boa Vista

PUBLICIDADE

bcathedral

logo new