Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

O evento contará com declamação, sarau, apresentação de obras e é aberto ao público

No dia 25 de julho é comemorado o Dia Nacional do Escritor. Para celebrar a data, a Assart (Associação dos Artistas de Roraima) promoverá um evento, na Praça do Palácio da Cultura Nenê Macaggi, das 8h30 às 11h30, com a finalidade de aproximar o leitor do autor.

Os escritores de Roraima estão se mobilizando para realizar o evento, que é aberto ao público e este ano chega à sua 10ª comemoração. Haverá declamação, sarau e apresentação de obras.

“É um encontro com escritor e leitor. Temos 87 escritores catalogados no Estado com livros publicados. Esses eventos despertam a curiosidade das pessoas e isso é importante”, explicou Josimar de Sousa, um dos autores participantes.

Sousa convidou toda a população para participar. “Vai ser na Praça do Palácio da Cultura, porque o nome já diz tudo. Só existem quatro dessas no mundo e uma é aqui. É tão aconchegante que lá a gente se sente muito bem. Estão todos convidados. Está na hora das pessoas saberem quem são aqueles que escrevem os livros”, reforçou.

DIA DO ESCRITOR – O Dia Nacional do Escritor foi criado durante o primeiro Festival do Escritor Brasileiro no dia 25 de julho de 1960. A ideia partiu dos escritores Peregrino Júnior e Jorge Amado.

Em Roraima, a data é comemorada no dia 24 de abril, dia escolhido para homenagear a precursora da literatura no Estado, Nenê Macaggi. “Em 2017, organizamos um evento no jardim do Palácio Senador Hélio Campos, onde a governadora recebeu os escritores em um momento de descontração”, detalhou Tânia Magalhães, diretora da Biblioteca Pública do Estado.

TENDA LITERÁRIA – Durante os nove dias do Arraial do Anauá deste ano, o Governo disponibilizou espaço para escritores na Tenda Literária. No decorrer do evento, eles tiveram a oportunidade de divulgar e comercializar suas obras.

LEI DE INCENTIVO À CULTURA – Em 2016, foi criada a Lei Estadual de Incentivo à Cultura para dar apoio aos artistas locais. Entre outras áreas, a literatura é uma das beneficiadas. Já a Lei 318/2001 destina anualmente 3% da receita orçamentária recolhida pelo ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para incentivar a produção artística com o financiamento de projetos patrocinados por empresas privadas.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down