Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Durante a apresentação do novo calendário, foram discutidos quatro pontos importantes para os avanços na Educação

Ao todo, 260 gestores indígenas e 64 gestores não-indígenas reuniram-se com a equipe técnica da Secretaria Estadual de Educação e Desporto – SEED para receberem orientações sobre o calendário escolar 2018, que em breve será publicado no Diário Oficial.

A novidade do calendário 2018 é que o documento que planeja os dias letivos do ano será unificado e as atividades serão retomadas ao normal, não havendo a necessidade de reposição de aulas por conta das greves, iniciando-se dia 5 de fevereiro e terminando em dia 21 de dezembro, totalizando 202 dias letivos. O recesso escolar do meio do ano será entre os dias 9 e 23 de julho e o de final de ano, de 26 de dezembro de 2018 a 25 de janeiro de 2019.

Além do novo Calendário, os gestores participaram da discussão de quatro pontos importantes para os avanços na Educação como: melhorias na merenda, no transporte escolar, lotação de professores e a realização de concurso.

Na reunião a governadora Suely Campos, disse que o governo enfrentou grandes desafios, porém muito foi feito pela Educação no ano 2017. “Avançamos muito na educação. Realizamos no início deste ano o enquadramento de 2.242 professores, sendo 1.975 da educação básica e 267 da educação indígena”, ressaltou.

O enquadramento elevou o salário dos professores para valorizar os profissionais que se encontram em sala de aula, visando, principalmente, a melhoria da qualidade da educação.

Além disso, as vantagens para o professor não se estendem apenas à área financeira. O professor tem a possibilidade de se fixar somente em uma escola. Na parte pedagógica, isso proporciona ao professor uma identidade com a escola. Outra vantagem é que firma vínculo mais forte entre escola, professor e aluno, gerando cumplicidade e, consequentemente, melhorando a qualidade da educação.

O secretário de Educação e Desporto, José Gomes, avaliou os trabalhos realizados ao longo de 2017. “Esse foi um ano muito difícil, é um desafio muito grande, mas a gente conta com o apoio da nossa governadora, Suely Campos, que tem lutado para que a gente realmente consiga revitalizar as escolas. Então estamos nos organizado internamente para que em 2018 a gente tenha uma educação melhor para a sociedade roraimense”, declarou.

A gestora da Escola Alan Kardec, localizada em São Luiz do Anauá, Rute Custódio explicou que a reunião representa uma nova era na educação. “Esse foi um momento muito marcante, porque isso não acontecia há muito tempo. Essa integração entre a Seed e os gestores da Capital e do Interior me marcou muito. Acredito que 2018 realmente seja um ano de mudanças e renovação pra educação”, acrescentou.

0
0
0
s2smodern

Boa Vista

PUBLICIDADE

logo JRH down