Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Comparando com o ano anterior, o estado registrou 1.574 novas matrículas

O Censo Escolar da Educação Básica 2017, divulgado nesta quarta-feira, 31 de janeiro pelo Ministério da Educação - MEC, revelou a quantidade de matrículas registradas em Roraima. O levantamento anual detalha um total 71.742 alunos matriculados na rede estadual de ensino, em todos os segmentos que a pesquisa envolve.

Comparando com o ano anterior, Roraima registrou 1.574 novas matrículas. De acordo com a estatística do MEC, do 1º ao 9º ano do ensino fundamental foram registradas 42.253 matrículas, sendo 331 novas matrículas. Para o ensino médio, a diferença comparando com 2016, foram de 533 novas matrículas.

O secretário de Educação, José Gomes da Silva, avaliou o resultado como positivo. “Enquanto outros Estados da federação, registraram decréscimo nas matrículas nós registramos aumento, e isso é muito positivo, pois mostra que avançamos na educação, atendendo a população de forma eficiente”, explicou.

Os dados do Censo mostram que a Educação de Jovens e Adultos - EJA foi o segmento que mais registrou a entrada de novos alunos. Em 2016 foram 18.826, já em 2017 registrou-se 8.891, ou seja, 637 novas matrículas de um ano para o outro.

Gomes ressaltou a importância do retorno de jovens e adultos às salas de aula. “A governadora Suely Campos é uma grande incentivadora da EJA, por entender que o retorno desses adultos à escola representa uma melhoria na qualidade de vida das famílias, tendo em vista que a pessoa passa a ter mais chance no mercado de trabalho”, pontuou.

A Educação especial registrou em 2016 um total de 1.116 alunos matriculados. Em 2017 o número aumentou para 1.229. O índice apresenta uma diferença de 63 novos estudantes com deficiência inseridos no sistema de ensino.

As escolas indígenas registraram 15.118 estudantes matriculados em 2016. Já em 2017 os números mostram 15.603 matrículas, um total de 485 novos alunos.

O Censo concluiu ainda a quantidade de escolas no estado, apontando duas novas unidades de ensino, de 380 em 2016 para 382 em 2017. As novas escolas ficam localizadas em área indígena.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down