Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Na primeira semana de abril, terão início as aulas do Programa Preparatório para Ingresso nos Cursos Técnicos (ProIFtec), que tem como público-alvo alunos do 9° ano do ensino fundamental de escolas da rede pública de ensino interessados em estudar no Campus Boa Vista do Instituto Federal de Roraima (CBV-IFRR).

O programa foi lançado na primeira quinzena de março, no auditório do Campus Boa Vista para os pais dos alunos da Escola Estadual Dom José Nepote, localizada no Bairro Pricumã – a primeira a ser beneficiada pelo ProlFtec devido à proximidade com aquela unidade do IFRR, o que facilitará o acesso dos alunos, especificamente nesse projeto piloto.

Inicialmente serão ofertadas 70 vagas, divididas em duas turmas de 35 estudantes, nos turnos da manhã e da tarde. Todas as etapas do programa serão gratuitas e os alunos participarão dos seguintes módulos de aula: Iniciação ao Ambiente Virtual de Aprendizagem (30h); Língua Portuguesa (60h); Ética e Cidadania (30h); Matemática (60h), que, juntos, somam um total de 180 horas. Cada um desses componentes contará com 70% da carga horária a distância e com 30% de forma presencial.

Durante a reunião de lançamento, os pais puderam conhecer um pouco mais a estrutura do campus, os cursos ofertados, a forma de ingresso e o DEAD (Departamento de Educação a Distância), já que o curso preparatório será realizado na modalidade a distância. Outro ponto destacado na reunião foram as perspectivas do ensino a distância como metodologia diferenciada e inovadora que permite maior autonomia do estudante, o qual terá a responsabilidade de organizar o seu tempo de estudo.

Entre os principais objetivos do programa estão preparar estudantes matriculados no ProIFtec, nas áreas de Matemática e Língua Portuguesa, para o processo seletivo de ingresso nos cursos técnicos integrados do IFRR; proporcionar aos estudantes matriculados no ProIFtec conhecimentos sobre Ética e Cidadania, assim como habilidades para trabalhar o AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem); e fomentar a criação do observatório dos cursos técnicos do IFRR.

Para o professor Wemerson Antonio Soares, do Dead, a intenção é complementar a formação dos alunos da rede pública, facilitando o acesso deles ao CBV. “Por meio do curso preparatório, eles terão plenas condições de ingressar em nossos cursos por meio do processo seletivo. No entanto, deixamos claro que não terão a vaga garantida. Eles precisarão participar do seletivo concorrendo às vagas disponíveis no edital”, adverte o professor.

No entanto, segundo ele, os alunos desse curso preparatório estarão mais preparados, pois serão ensinados de acordo com a perspectiva da educação a que terão acesso quando ingressarem no IFRR. Ele pediu aos pais daqueles que forem contemplados com a vaga no programa preparatório que assumam, com os filhos, o compromisso com os estudos, e que sejam parceiros da instituição no projeto.

Segundo a diretora-geral do CBV, professora Joseane Cortez, a implantação do programa é um sonho antigo e o objetivo é ampliá-lo. “Temos esse projeto de preparar alunos para ingressar no IFRR há vários anos e utilizamos como modelo o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), que também começou assim, atendendo poucos alunos, e hoje expandiu o projeto para todo o estado”, afirmou.

Joseane comenta ainda que essa iniciativa é uma forma de beneficiar aquelas famílias que não têm condições de pagar um cursinho preparatório e que alimentam o mesmo sonho de ver os filhos fazerem um curso técnico em uma escola de qualidade. É, portanto, um projeto que nos enche de orgulho e ficamos imensamente felizes em vê-los aqui acreditando nessa proposta, pois vocês serão os pioneiros e, com base nas experiências adquiridas com os filhos de vocês, poderemos aprender um pouco mais e ampliar essa importante ação.

 

0
0
0
s2smodern

logo JRH down