Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Hoje, 20 de maio, é o Dia do Pedagogo. A profissão que é comumente conhecida por sua atuação no ambiente do ensino básico tem ampliado seu campo de trabalho e também as oportunidades oferecidas aos profissionais que desejam ultrapassar os muros das escolas.

“O pedagogo é conhecido por ser o professor de crianças do ensino básico, porém ele pode atuar além do ambiente escolar, como em instituições de ensino profissionalizante, nos departamentos de trânsito, na polícia na parte da formação, com Pedagogia empresarial, consultorias e assessorias, treinamento e coordenação de empresas privadas, hospitais, bibliotecas, brinquedotecas, editoras de livros didáticos e em órgãos públicos que trabalhem com o ensino e aprendizagem”.

É o que afirma Herica Castro, pedagoga e coordenadora do curso de Pedagogia do Centro Universitário Estácio da Amazônia. Ela explica algumas das possibilidades de atuação, comenta sobre a relevância do profissional, o mercado de trabalho no estado de Roraima e a desvalorização do profissional de Pedagogia no país.

O profissional que habitualmente está presente nos primeiros anos de vida escolar não precisa obrigatoriamente atuar apenas com crianças nesse espaço. O pedagogo é o responsável pela alfabetização das pessoas. “Mesmo no ensino escolar sua área de atuação pode variar bastante, ele pode ser gestor da escola, coordenador ou supervisor e, não apenas isso, na docência ele atua na educação de adultos na EJA (Educação de Jovens e Adultos), na educação indígena ou especial”, relatou.

A estudante do curso de Pedagogia, Josilane Conceição, diz ser muito importante falar sobre a atuação desse profissional além do ambiente escolar. Ela relata que apenas nos últimos semestres é que os alunos são informados dessas possibilidades restringindo seu campo de atuação e formação. “Temos que desmistificar a atuação do pedagogo, o mercado de trabalho e as pessoas precisam saber da relevância desse profissional na educação além dos muros das escolas. É necessário saber da atuação dos pedagogos e sua necessidade no processo de construção educativa”, declarou a estudante.

A Pedagogia é uma das áreas com maior taxa de empregabilidade no Brasil. Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), 94,13% dos pedagogos estão empregados. De acordo com Herica Castro, quase sempre, o aluno que sai do curso é imediatamente absorvido pelo mercado. “É importante frisar que apesar dos grandes desafios que a profissão de pedagogia tem, a gente sabe que no mercado de trabalho é uma das áreas mais promissoras. Todos os semestres temos muitas vagas nos seletivos e concursos públicos de pedagogos para atuar em sala de aula”, disse.

Ainda segundo a coordenadora, quanto maior o número de instituições preocupadas com o ensino e aprendizagem, maior as vagas e chances de atuação dos pedagogos além das instituições de ensino básico. “O profissional de Pedagogia nunca vai ficar sem emprego, nunca vai ser desvalorizado, pois o mercado sempre vai precisar de bons educadores.

Em relação à desvalorização desse profissional, a coordenadora esclarece que os professores em geral passam por muita desvalorização, desde questões salariais, como apoios ao exercício da profissão. “Historicamente sabemos que o curso de Pedagogia é considerado um curso de segunda classe. No entanto, sabemos que este é um dos cursos mais importantes que vai oferecer toda a base inicial da vida acadêmica das crianças. Temos grande lacunas na formação dos professores, além de ser considerado como um ‘curso menor’, além do pedagogo ser pensado apenas como docente sendo que temos uma formação muito mais ampla”, concluiu.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down