Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

O XIV Encontro Pedagógico do Campus Amajari do Instituto Federal de Roraima foi iniciado segunda-feira (4/2), com a oficina “Metodologias ativas: caminhos possíveis para a aprendizagem significativa”, ministrada pela especialista Aretuza Corrêa, da Universidade Federal de Roraima. O evento, que ocorre na biblioteca da unidade de ensino, termina quarta-feira (6/2).

Nesta edição, o tema é "Educação Profissional e Tecnológica: desafios e possibilidades da práxis pedagógica no IFRR/CampusAmajari. Durante três dias, professores e técnicos participam de oficinas, palestras e roda de conversa.

Espaço de formação continuada da equipe técnica e dos docentes, o encontro tem a intenção de promover discussões voltadas à realização da práxis pedagógica e aos diversos olhares sobre as demandas da Rede Federal, com foco na permanência e no êxito dos estudantes.

A expectativa é que o evento contribua para a prática do professor, no sentido de aprimorá-la com a adoção de metodologias, de técnicas de ensino que possibilitem a dinamização da prática e a participação dos alunos.

O diretor-geral do CAM, George Sterfson, deu boas-vindas aos presentes e explicou que, desde 2010, o encontro pedagógico é realizado como espaço de formação continuada da equipe de ensino. Ele anunciou que, no último dia do evento, 6, haverá um momento para apresentação das ações de 2018.

"Faremos uma prestação de contas das coordenações e das diretorias em relação ao que foi realizado durante o ano passado, que não foi pouca coisa. Para se ter uma ideia, o orçamento deste ano será praticamente o mesmo de 2018, sendo que o número de alunos aumentou", disse Sterfson.

As Pró-Reitorias de Ensino (Proen) e de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação Tecnológica (Propesq) estavam representadas no XIV Encontro Pedagógico do CAM.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down