jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

A reitora do Instituto Federal de Roraima (IFRR), Sandra Mara Dias Botelho, e a superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan/Roraima), Katyana Bermeo Mutran, assinaram, na tarde desta quinta-feira, 21, protocolo de cooperação técnica.

O instrumento de parceria inclui a realização de estudos e pesquisas, conferências, ministração de cursos e programas, capacitação, treinamento e quaisquer outras atividades de interesse das duas instituições.

Para a reitora do IFRR, Sandra Mara, é importante contar com mais uma parceria, pois isso fortalece as instituições, sobretudo em um estado pequeno como Roraima. “Certamente essa assinatura vem agregar um resultado ainda maior, e ganha a comunidade interna dos campi e a comunidade do entorno deles”, disse.

Conforme a superintendente do Iphan, Katyana Mutran, esse é o primeiro passo para a realização de outras atividades finalísticas das duas instituições, tentando conjugar os eixos da extensão, pesquisa e ensino. “Com o Instituto Federal, por meio da sua estrutura, vamos conseguir realizar atividades vinculadas aos alunos e aos docentes que tenham trabalho na area da cultura”, comentou.

Já a diretora de Políticas de Extensão e Articulação do IFRR, Ana Cláudia Oliveira, explicou que a formalização da cooperação surgiu depois de reunião entre os coordenadores de extensão dos campi do Instituto Federal, na sede do Iphan, para tratar sobre a importância do patrimônio histórico em Roraima.

Segundo Ana, a partir de agora, o Iphan, por meio dos campi, vai oferecer, entre outras atividades, oficinas para alunos e servidores explicando qual trabalho que é feito, bem como poderá desenvolver algum projeto de pesquisa ou de extensão para que possa registrar ações de arte-cultura.

“O acordo de cooperação é instrumento político que tem a intenção de firmar futuras parcerias. A partir da assinatura, a técnica do Iphan vai poder visitar os campi para verificar o trabalho que já é feito em arte-cultura e, assim, poder fazer essa celebração”, disse.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down